Diário da Serra

Carteira de Serviços da Atenção Primária à Saúde é desenvolvida em Tangará da Serra

Assessoria de Imprensa 03/09/2019 Saúde

Lançamento da APS acontecerá no próximo dia 11 no Centro Cultural

Saúde

Através de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra e o Escritório de Qualidade para Organizações de Saúde (ESQUALOS), da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), foi desenvolvida a Carteira de Serviços da Atenção Primária à Saúde (APS).
Esse documento, que teve sua organização técnica estabelecida ainda na gestão do ex-secretário de Saúde, Itamar Martins Bonfim e do Coordenador do Escritório, Josué Souza Gleriano, visa nortear as ações de saúde na atenção primária oferecidas à população de Tangará da Serra.

 

“Sendo um esforço coletivo de gestores do nível central e das coordenações de áreas técnicas, por meio da integração ensino-serviço produzida na parceria da Secretaria Municipal de Saúde com o ESQUALOS”, pontuam os dois em trecho do documento.
 

A Carteira de Serviços foi induzida e projetada a partir de diálogos produzidos nos seminários de apresentação dos dados das pesquisas “Perfil profissional da Atenção Primária à Saúde” e “Avaliação da organização do processo de trabalho e da atenção integral em unidades de saúde de Tangará da Serra”, realizadas pelo escritório e pelo Núcleo de Pesquisa e Extensão em Política, Planejamento e Organização de Práticas em Saúde (NPEPS).
 

Este documento foi elaborado por um Grupo de Trabalho formado por profissionais da UNEMAT, da gestão municipal e dos serviços de atenção primária ao longo dos anos de 2017 e 2018. A versão apresentada é a primeira edição da Carteira de Serviços e destina-se ao uso por gestores e profissionais dos serviços de atenção primária, e da rede de ensino que utiliza esse campo de atenção tanto nas suas práticas, como também em projetos de pesquisa e extensão.
 

A Carteira de apresenta com detalhes toda a estrutura de serviços da Atenção Primária à Saúde, como a organização do serviço que é oferecido, revisando todas as Unidades de Saúde do Município, laboratórios, centro de especialidades, CAPS, UPA, SAMU, UNITAN, CTA/SAE, o próprio Hospital Municipal e demais unidades.
 

“Almeja-se produzir um movimento contínuo na APS de Tangará da Serra-MT, capaz de olhar este material para construir possibilidades de organização do processo de trabalho nas unidades com foco na busca de uma atenção integral apropriada a se conectar com a rede de atenção, mas sempre com o propósito de assumir suas responsabilidades como coordenadora do cuidado”, pontuaram Bonfim e Gleriano, em outro trecho da Carteira.

Notícias da editoria