Diário da Serra

Suspeito foge da PM, capota carro que pega fogo e acaba preso com cigarros contrabandeados

PM-MT 04/09/2019 Geral

A PM retirou o homem do local do acidente que estava sendo consumido pelo fogo gerado pela explosão do veículo

Geral

Na tarde desta terça-feira (03.09), um suspeito foi preso pela Polícia Militar por contrabando de cigarros, na BR-364, na Zona Rural de Rondonópolis. Ao tentar fugir do cerco da PM, o homem capotou o veículo, que pegou fogo às margens da estrada. Os policiais retiraram o suspeito da área tomada pelo incêndio e o prenderam. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou o R.S.G. (43 anos) ao hospital.

 

A Polícia Militar recebeu informações de que um veículo estaria transportando cigarros contrabandeados e drogas de Pedra Preta para Rondonópolis. Policiais do Grupamento do Comando de Ação Rápida- CAR visualizaram o carro suspeito e passaram a monitorar à distância o veículo. O motorista do carro tentou fugir quando percebeu a presença policial.

 

Nas proximidades da ponte do córrego Apoial, os policiais notaram que o carro havia saído da pista, capotado e o  suspeito R.S.G. tinha sido ejetado do veículo e estava com muitos ferimentos. A PM retirou o homem do local do acidente que estava sendo consumido pelo fogo gerado pela explosão do veículo. Diversos maços de cigarros estavam espalhados na pista e no terreno. 

 

 

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada pelos policiais para socorrer o homem. Parte da mercadoria que estava no veículo foi incinerada no incêndio, mas a polícia ainda conseguiu apreender 42 maços de cigarros contrabandeados da marca Fox. O carro foi consumido totalmente pelas chamas. O Corpo de Bombeiros Militar e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram acionados no local. 

 

A Polícia Militar recolheu os maços de cigarros que o fogo não consumiu e lavrou o Boletim de Ocorrência que foi entregue a Policia Federal.

 

 

Serviço

 

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Notícias da editoria