Diário da Serra

Tangará da Serra ganha projeto de captação de água do Rio Sepotuba

Assessoria Especial 05/09/2019 Política

Os investimentos previstos se situam na ordem de R$ 20 milhões

A entrega aconteceu durante solenidade, na quarta-feira

O município de Tangará da Serra recebeu projeto executivo para captação de água do rio Sepotuba. A entrega aconteceu durante solenidade, na quarta-feira, 4, no escritório de vendas da BRDU Urbanismo - empresa que elaborou o projeto -, junto ao portal de entrada do Parque do Bosque, região norte da cidade.


Com o projeto, o município poderá buscar recursos e licitar o novo sistema de captação, que envolverá uma adutora de 14,5 quilômetros percorrendo um trajeto com aclive de 125 metros do rio Sepotuba até a ETA Queima Pé, onde ocorrerá o tratamento da água. Os investimentos previstos se situam na ordem de R$ 20 milhões. O montante, porém, não inclui a parte elétrica do sistema, que terá projeto em separado, com energia solar.


Segundo o diretor do Samae, Wesley Lopes Torres, os recursos poderão ter origem em emenda parlamentar ou através de financiamento. “Vamos analisar todas as opções. O primeiro passo, que é ter em mãos o projeto executivo, já foi dado”, disse. Torres destaca a importância do projeto no contexto da segurança hídrica para a cidade. “Estamos alcançando um patamar diferenciado em termos de segurança hídrica. Tangará da Serra está em visível crescimento e precisamos nos antecipar ao aumento da demanda que estamos assistindo”, completou.


Já o prefeito Fábio Martins Junqueira destacou a parceria da BRDU com o município, contribuindo com um projeto importante, dentro do conceito de obras de externalidade. “A cidade cresce e o município precisa atender a este crescimento. A contribuição do empreendedor é fundamental para este atendimento”, disse, reforçando as exigências do poder público local quanto à regularidade nos empreendimentos imobiliários, que devem atender a todos os critérios urbanísticos, de infraestrutura e mobilidade urbana.


Por sua vez, o diretor da BRDU, João Victor Silva Araújo, afirmou que o projeto de captação do rio Sepotuba é uma contrapartida pela aprovação do empreendimento Parque da Mata e da receptividade da cidade para com a empresa.
 



Notícias da editoria