Diário da Serra

Fogo na Serra Tapirapuã preocupa Bombeiros e Defesa Civil convoca voluntários

Paulo César Desidério 10/09/2019 Política

Área de mais de três hectares já foi consumida pelas chamas nos arredores

Política

O quarto dia de combate ao fogo que atingiu uma região de mata na Serra Tapirapuã não foi suficiente para conter as chamas e os trabalhos devem continuar. Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e voluntários estão empenhados e trabalham incansavelmente contra o fogo, que se alastra com muita rapidez. O coordenador municipal de meio ambiente e da Defesa Civil de Nova Olímpia, Valdeci dos Anjos, o Bradock, conversou com o Diário da Serra. 
 

Segundo ele, a causa do incêndio foi a queda de um cabo monofásico da rede de energia elétrica. O fogo atingiu duas propriedades. Outro incêndio criminoso foi constatado nos arredores. Utilizando gasolina, um incendiário espalhou o combustível por vários pontos da MT-358, em trechos que compreendem a Ponte do Angelim até o quilômetro 23 da rodovia, além do início da Serra Tapirapuã até a Pedra Solteira.
 

"Nesses serviços foram empregadas várias pessoas. Bombeiros, fazendeiros, voluntários, terceiros da Usina Itamaraty que tem caminhão pipa, tratores de grade e lâmina, pá carregadeiras da prefeitura também estão auxiliando e o grupo Itamaraty está apoiando com pipas para tentar minimizar os prejuízos", afirmou, ao pedir encarecidamente para que não se faça isso. 
 

"Tem mais de 12 anos que não pega fogo nessa Serra. As folhas que estão ali depositadas são de grande proporção e agora a gente perdeu o controle, mas vamos fazer um trabalho digno e decente para a população não ficar sofre do ali com a fumaça em Nova Olímpia e região", completou. 
 

A estimativa das equipes de combate ao fogo é de que a área consumida pelas chamas tenha superado a casa dos 3 mil hectares. Voluntários seguem sendo bem-vindos. Os interessados devem entrar em contato com Márcio, pelo telefone (65) 99640-4100.

Notícias da editoria