Diário da Serra

Central Estadual de Transplantes realiza captação de órgãos em MT

Secom-MT 30/09/2019 Saúde

Procedimento foi o terceiro mediado pela equipe do estado em 2019; mais de 100 profissionais da Central Nacional de Transplantes estiveram envolvidos na ação

Saúde

A Central Estadual de Transplantes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) realizou, neste fim de semana, o processo de captação de órgãos em Mato Grosso. A ação foi a terceira efetivada neste ano por meio da equipe estadual. Uma família tomou a decisão de doar os órgãos do ente falecido, ato que proporcionará a vida para outras famílias.

 

O processo para retirada e doação dos órgãos iniciou na última quinta-feira (26.09), quando a equipe médica do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá notificou a Central Estadual de Transplantes sobre um caso de suspeita de morte encefálica.

 

A partir de então, a equipe da Central esteve envolvida na realização de todos os exames estabelecidos pelo protocolo para a conclusão do diagnóstico de morte encefálica, condição primária para doação de órgãos. A morte encefálica foi confirmada e a família, em um gesto nobre, autorizou a doação de órgãos.

 

“Durante toda a sexta-feira (27), Dia Nacional do Doador de Órgãos, as equipes da Central, da UTI do Pronto Socorro, da Comissão Intra-hospitalar de doação e do MT Hemocentro realizaram os exames e avaliações necessárias para confirmar a viabilidade clínica da doação, bem como a localização, junto a Central Nacional de Transplantes, dos possíveis receptores compatíveis inscritos no Cadastro Nacional”, explicou Fabiana Molina, coordenadora da Central Estadual de Transplante.

 

Conforme Fabiana, todo o processo, desde a notificação de uma possível morte encefálica até a efetivação da doação, envolve, em média, mais de 100 profissionais da rede da Central Nacional.

 

“Foi essa sincronia e atitude conjunta que permitiu o desfecho da retirada de órgãos, que foi concluída na tarde de sábado (28), quando a equipe de retirada de transplantes deixou a cidade de Cuiabá, com destino à São Paulo, onde foram transplantados o fígado e os rins do doador. A Secretaria, por meio da Central Estadual de Transplantes, agradece e parabeniza o empenho de todos os envolvidos. À família doadora, nossos mais profundos sentimentos de gratidão e respeito”, concluiu a coordenadora.

 

Retomada do transplante de rim

O Governo de Mato Grosso retomará as cirurgias de transplante renal. De acordo com secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, os procedimentos documentais já foram protocolados no Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde trabalha intensamente para buscar todas as liberações necessárias para reiniciar os trabalhos ainda este ano.

 

“A retomada dos procedimentos de transplante de rins será uma grande conquista não apenas para SES, mas principalmente para o Estado, pois este serviço foi interrompido há 10 anos. Além disso, com essa retomada, teremos uma grande economia para o Estado, pois um dos maiores valores é o gasto com transporte de pacientes para fora de Mato Grosso”, pontuou o secretário.

Notícias da editoria