Diário da Serra

Em reunião do Concel, Procon-MT cobra Energisa sobre prestação do serviço em Nortelândia

Secom-MT 08/10/2019 Geral

3ª Reunião Extraordinária do Conselho de Consumidores de Energia Elétrica do Estado de Mato Grosso (Concel-MT) foi realizada em Nortelândia, no dia 03 de outubro.

Geral

Leituras por média em unidades consumidora urbanas, oscilações constantes de energia e não ressarcimento por danos em eletrodomésticos e resfriadores de leite. Essas foram algumas das reclamações apresentadas durante a 3ª Reunião Extraordinária do Conselho de Consumidores de Energia Elétrica do Estado de Mato Grosso (Concel-MT), realizada em Nortelândia, no dia 03 de outubro.

 

Além do Procon estadual e de membros do Concel-MT, participaram: representante da Energisa Mato Grosso, o prefeito de Nortelândia, Zema Fernandes, e o presidente da Câmara Municipal, Mariano Miranda. Os munícipes tiveram a oportunidade questionar sobre os problemas frequentes relacionados ao fornecimento de energia elétrica na cidade, que enfrenta problemas na prestação do serviço tanto na área urbana quanto rural. 

 

O aumento nas contas de energia e as recorrentes leituras por média, mesmo em unidades consumidoras urbanas, foram os assuntos mais reclamados. Também foi cobrado à concessionária soluções referentes aos prejuízos causados a eletrodomésticos e resfriadores de leite por oscilações e quedas no fornecimento de energia. Outro ponto de questionamento foi a leitura de geração de energia solar na região, que também foi colocada em dúvida por consumidores. 

 

Secretária adjunta do Procon-MT, Gisela Simona esteve na reunião e frisou que encontros como esse são fundamentais para entender a realidade local. “Dentro do que compete ao Procon, pudemos tirar as dúvidas dos usuários, orientá-los quanto aos seus direitos, além cobrar a concessionária de energia resoluções concretas para os problemas apresentados, uma vez que as reclamações não são de hoje. Caso não haja melhorias na prestação do serviço, caberá ao Procon instaurar processo administrativo”. 

 

A 3ª Reunião Extraordinária do Concel-MT foi presidida Benedito Paulo de Abreu, o qual destacou que, a partir  dessa reunião, todas as demandas estão registradas em ata para cobrança efetiva junto à Energisa. “Caso os problemas não sejam resolvidos, podemos registrá-los ao juntos aos órgão de proteção e controle, como Procon, Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager-MT) e Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL)”, completou o membro do conselho. 

 

Serviço

Em caso de problemas com a concessionária de energia elétrica, o consumidor deve procurar a unidade do Procon mais próxima, munido dos documentos pessoais e das faturas questionadas. Também é possível registrar a reclamação pelo site www.consumidor.gov.br 

Notícias da editoria