Diário da Serra

UFMT fica em 33º no ranking das universidades

Folhamax 08/10/2019 Educação
Educação

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) foi eleita a 33º melhor instituição do país, conforme o Ranking Universitário da Folha de 2019. O ranking, que foi criado em 2012, analisou 197 instituições públicas e privadas.

Em relação ao ano passado, a colocação da UFMT permaneceu a mesma. Entretanto, a nota da instituição aumentou 8 décimos. Em 2018, a universidade foi avaliada com 73,87, enquanto no novo ranking subiu para 73,95. Desde a criação do ranking, a UFMT subiu 18 posições. Em 2012, foi avaliada em 51º lugar.

Das universidades de Mato Grosso, a UFMT ficou em primeiro lugar. Em segundo vem a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), que ficou em 121º em relação ao ranking nacional. A Universidade de Cuiabá (UNIC) vem em terceiro em relação ao estado, enquanto sua colocação no ranking geral é de 149º.

Para ranquear as universidades, são analisados 5 indicadores. A UFMT ficou em 38º em Ensino, 43º em Pesquisa, 33º em Mercado, 93º em Inovação e 71º em Internacionalização. Em relação ao ranking passado, a instituição melhorou a colocação em ensino e mercado.

Fundada em 1979, a universidade tem 19.547 alunos matriculados em 116 cursos, distribuídos em 6 campus: Barra do Garças, Cuiabá, Pontal do Araguaia, Rondonópolis, Sinop e Várzea Grande).

Dos 116 cursos, 11 foram avaliados em posições acima do 30º lugar, com destaque para Nutrição, que ficou em 18º, sendo o melhor posicionamento da UFMT. O curso de Medicina é o 21º melhor do país, assim como Agronomia, que ficou em 22º.

Enfermagem segue a lista em 25º. Direito e Psicologia ficaram empatados em 27º, seguido por Engenharia Ambiental em 28º. Ciências Contábeis, Biologia e Administração foram elencados no 30º lugar.

Notícias da editoria