Diário da Serra

MONITORAMENTO – Redução de 90,8% nos focos de calor no Pantanal

Carlos Celestino / Secom-MT 02/09/2021 Polícia

Levantamento aponta ainda que houve redução de 92,63% das áreas queimadas

Portal do Pantanal Mato-grossense

Mesmo diante das altas temperaturas climáticas, a incidência de focos de calor na vegetação do Pantanal Mato-grossense foi de 90,88%, conforme dados da plataforma BDQueimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e imagens do satélite Sentinel-2. O levantamento aponta ainda que houve redução de 92,63% das áreas queimadas.

Segundo dados da Central de Monitoramento via satélite, realizado mensalmente pelo Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), entre 01 de janeiro a 23 de agosto de 2020, foram contabilizados 3.773 focos. No mesmo período de 2021, apenas 344 focos de calor foram detectados na vegetação pantaneira.

No primeiro semestre de 2021, 70 mil hectares foram consumidos pelo fogo em área de vegetação no Pantanal. Em 2020, durante o período de estiagem, foram 950 mil hectares de área atingida pelo fogo.

Os dados positivos são resultados do trabalho preventivo e das ações para fase resposta aos incêndios florestais conduzidas pelo Governo de Mato Grosso e demais Instituições estaduais na proteção ambiental, com investimento estadual de R$73 milhões.

A integração do CBM com o trabalho realizado pelos ruralista locais também contribuiu para combater os incêndios. Outra importante ação para auxiliar no combate aos incêndios florestais nas áreas rurais durante o período de estiagem, foi a entrega de 1.500 abafadores sustentáveis para brigadistas e moradores da região para auxiliar no combate.

Notícias da editoria