Diário da Serra

Investimentos dão cara nova para escola estadual em Nova Marilândia

Rebeca Cruz | Seduc-MT 13/09/2021 Educação

Troca de pisos e pintura foram feitas para estimular os estudantes no retorno das atividades na modalidade híbrida

Educação

A Escola Estadual Professora Muralha Miranda Passos, em Nova Marilândia, está de cara nova. Com a liberação do recurso descentralizado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), no valor de R$ 30.501,86, foi realizada a restauração do prédio, com troca dos pisos das salas dos andares superior e inferior, dos corredores, além da pintura de toda estrutura.

Diretora da unidade, Fernanda Patrezia enfatizou que a reforma foi muito importante para estimular os alunos e os profissionais com o recente retorno às aulas na modalidade híbrida. Ela afirma que o piso quebrado era a maior queixa entre os alunos.

“É satisfatório ver como a escola está bonita. Os alunos ficaram quase dois anos fora e agora que voltaram, ela está renovada”.

A diretora ainda afirma que pretende executar mais reparos na escola com a liberação do próximo recurso descentralizado, como levantar um portão no fundo, para facilitar a carga e descarga dos alimentos para a merenda, e terminar a pintura das grades laterais.

“A reforma da Muralha incentivou outras escolas da região, que ao verem que foi fácil e rápido, solicitaram o recurso também. A Seduc está dando esse embasamento financeiro, temos que correr atrás para manter nossas escolas bonitas”, declara Patrezia.

A Escola Estadual Professora Muralha Miranda Passos atende 423 alunos no Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos. A unidade escolar foi inaugurada em 2016.
 

Recurso descentralizado

A verba é destinada para manutenções preventivas e corretivas, como a manutenção de banheiros e cozinhas, as chamadas áreas molhadas, revitalização da pintura, troca de pisos e telhas, reparos pontuais na parte elétrica e hidráulica, em cercas, em muros, entre outros serviços.

O recurso de R$ 100 mil pode ser solicitado duas vezes ao ano por todas as escolas da rede estadual de ensino.

Para liberação dos recursos, as unidades devem fazer a solicitação  via sistema SigEduca, módulo de Gestão de Estrutura Escolar (GEE), no site da Seduc (www.seduc.mt.gov.br).

A escola precisa enviar um requerimento apontando os motivos e justificativa pelos quais necessita do recurso. São necessários três orçamentos dos materiais e ou serviços a serem realizados.

O responsável também tem que inserir fotos que comprovem a necessidade do recurso, entre outras determinações.

Notícias da editoria