Diário da Serra

Políticos lamentam morte trágica de ex-prefeito de Diamantino e esposa

Allan Mesquita / Gazeta Digital 04/10/2021 Política
Política

Por meio das redes sociais, autoridades políticas reagiram e lamentaram a morte do ex-prefeito de Diamantino, Eduardo Capistrano (PDT) e de sua esposa, Suzana Damolin, neste domingo, 3.

O casal morreu após colidir contra uma carreta na BR-163, durante um passeio de moto no Mato Grosso do Sul (MS). O prefeito municipal de Diamantino, Dr. Manoel Loureiro Neto (MDB) e o vice Jozenil Costa Lube (PSD) decretaram luto oficial de 3 dias.

Por meio de nota publicada no site da cidade, Manoel afirmou que a história de Eduardo ficará marcada na vida da população.

“É com muito pesar que recebo a notícia do falecimento de Eduardo e Suzana Capistrano, estamos todos consternados com o ocorrido, deixando os votos de pesar de toda a administração. Ambos deixam um grande legado de trabalho e serviços prestados ao nosso município, mãe e pai de três meninos, serão lembrados pelo auxílio e dedicação a população”, disse.

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou estar consternado com a notícia. O chefe do Executivo também desejou força aos amigos e familiares.

“Foi com muita tristeza que recebemos a notícia do falecimento do ex-prefeito e de sua esposa. Eu e Virginia estamos consternados com tamanha tragédia. Que Deus conforte o coração de toda a família e amigos para que possam ter força e superar esse momento de dor e tristeza”, escreveu em uma nota assinada em conjunto com a primeira-dama Virginia Mendes.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), lamentou o falecimento e destacou que Capistrano e Damolin deixam três filhos pequenos, incluindo um bebê de um ano. O gestor também direcionou palavras de conforto as pessoas próximas do casal.

“Foi com imensa tristeza que recebi a notícia da morte deste jovem e promissor casal, que deixou três filhos pequenos, de 7, 4 e 1 ano. Deixo aqui meus sinceros sentimentos de pesar a toda família e amigos. Neste momento de profunda dor, que Deus, em sua infinita misericórdia, dê forças aos familiares e principalmente aos filhos para seguirem em frente”, lamentou Pinheiro.

Presidente estadual do Partido Democrático Trabalhista (PDT), o deputado estadual Alan Kardec, recordou a trajetória política do ex-prefeito e agradeceu a sua colaboração enquanto esteve a frente da administração de Diamantino.

"Filho do ex-prefeito Erival Capistrano, sobrinho de Darci Capistrano, Pedetista de nascimento, uma vida dedicada à Diamantino sua cidade natal e também ao PDT de Mato Grosso. Perdemos parte de nós nesse dia triste, que o bom Deus possa confortar os familiares especialmente seus três filhos pequenos (Gabriel, Benício e Ravi). Temos uma única palavra, Gratidão, meu amigo", publicou.

O presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi (PSB), utilizou o stories - recurso do Instagram que permite fazer publicações que somem em 24 horas - para se manifestar sobre o acidente. Com uma foto do casal ao lado de uma moto, o chefe do Legislativo desejou que "Deus conforte o coração todos".

"Meus mais sinceros sentimentos à família do ex-prefeito Eduardo e sua esposa Suzana. Que Deus conforte ao coração de todos", escreveu.

Acidente

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, Eduardo e Suzana seguiam em excursão com amigos rumo à cidade de Cascavel no Paraná quando no quilômetro 299 da Rodovia BR-163, no município de Nova Alvorada do Sul – MS, colidiram contra uma carreta que seguia na direção contrária.

Por volta de 8h, Suzana chegou a publicar em suas redes sociais que eles seguiriam para Cascavel (PR), porém, estava chovendo. Há também diversos vídeos do passeio de moto, junto com o marido. Ela registrou também que eles estavam de férias.

Trajetória

Filho de Erival e Wilma Mamprini Capistrano, Eduardo Capistrano de Oliveira nasceu em 28 de outubro de 1981, era casado com Suzana Dalmolin Capistrano de 35 anos e ocupou o cargo de prefeito municipal de Diamantino entre os anos de 2016 e 2020, se destacando na política estadual como líder do Partido Democratico Trabalhista (PDT). Ele disputou a reeleição no ano passado, não teve votos suficientes.

Suzana nasceu na cidade de Nobres em 19 de março de 1986. Ela foi servidora pública municipal de Diamantino, atuando como odontóloga e se destacou pela sua atuação junta a população mais carente nas estratégias de saúde da família dos bairros Pedragal e Pé Branco, chegando a receber do atual presidente do presidente da Câmara de Vereadores.

Notícias da editoria