Diário da Serra

Polícia Civil de Tangará da Serra prende homem acusado de receptação de gado furtado em Chapada dos Guimarães

Redação DS / Serra FM 22/10/2021 Polícia

Os animais estavam escondidos em uma propriedade rural em Barra do Bugres

Polícia

A Polícia Judiciária Civil de Tangará da Serra, com apoio da unidade local do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea/MT), prendeu nesta sexta-feira, 22, um homem acusado de receptação qualificada de gados furtados há três meses em uma fazenda no Município de Chapada dos Guimarães. Os animais estavam escondidos em uma propriedade rural em Barra do Bugres.

O acusado foi preso, inicialmente, na quarta-feira, dia 20, na Linha 11, em Tangará da Serra, por porte ilegal de arma de fogo, após trabalho das equipes da Polícia Civil de Tangará da Serra. Foi solto após pagar fiança.

“Desde aquele dia desconfiávamos de que o gado que ele ocultava em uma fazenda em Barra do Bugres, era proveniente de ilícito. Só que naquela ocasião, há dois dias, não conseguimos comprovar de quem era o gado”,

contextualizou o delegado Adil Pinheiro de Paula, ao informar que a polícia passou a monitorá-lo.

“A polícia civil desde o fato não desistiu dessa ocorrência e hoje voltamos a essa gleba, em Barra do Bugres, e levamos junto a equipe do Indea. E nessa operação conjunta conseguimos identificar a origem deste gado, furtado em Chapada dos Guimarães”,

complementou, ao lembrar que parte desse gado foi recuperado há cerca de três meses, também pela Polícia Civil aqui em Tangará da Serra. 

“Naquela ocasião, uma quantidade pequena. Hoje conseguimos recuperar uma quantidade maior. Tem um total de 67 cabeças de gado na fazenda e acredito que a grande maioria seja proveniente deste furto, na Chapada”. 

Ainda de acordo com o delegado, o proprietário dos animais foi comunicado e reconheceu os animais.

“Ele [o suspeito preso] tentava esconder as marcas. Fez várias remarcações, inclusive judiando dos animais, para tentar esconder a marca de origem, porém, em uma das vezes, passou sem a remarcação. Com a ajuda do Indea tivemos acesso a marca original, que nos permitiu identificar a vítima”.

O suspeito, que já havia sido preso por posse ilegal de arma de fogo na quarta, foi preso novamente nesta sexta-feira, 22, em Barra do Bugres, por receptação qualificada, e ficará a disposição da Justiça.

Notícias da editoria