Diário da Serra

CAMPO NOVO - Homem é morto a tiros e polícia prende quatro suspeitos

Redação DS / Serra FM 28/10/2021 Polícia

Três elementos foram presos na região de Tangará da Serra, o suspeito de efetuar os disparos foi pego em Campo Novo

Polícia

O produtor rural Jeferson Mariussi chegava em sua residência por volta das 20h00 da última quarta-feira, 27, no bairro Jardim Alvorada em Campo Novo do Parecis, quando foi surpreendido por homens que estavam, segundo testemunhas, em um veículo Palio cor prata. Ele acabou sendo alvejado com disparos de arma de fogo, chegou a ser atendido e levado para unidade de pronto-socorro, passou por cirurgia de emergência, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada desta quinta-feira, 28.

Após a ocorrência, a Polícia Militar de Campo Novo do Parecis foi acionada e, em contato com as forças de segurança de municípios da região solicitou reforço para que as unidades do 19º Batalhão fizessem um cerco nas rodovias e estradas vicinais sentido Tangará da Serra.

De acordo com o coronel Leite, comandante da 22ª Companhia da Força Tática da Polícia Militar, um veículo com as características semelhantes às descritas por testemunhas foi avistado na região da Serra dos Parecis. Mesmo após receber ordem de parada, houve tentativa de fuga. A perseguição durou 30 km.

“Visualizamos que em dado momento um dos ocupantes desse veículo que estava sendo acompanhado jogou pela janela um objeto. Logo a frente, nas proximidades da entrada das regiões de assentamento, esse veículo perdeu o controle, sendo abordado pela Força Tática”, relatou.

Três homens estavam no veículo que tinha sua placa adulterada. Eles confirmaram à PM que estavam em Campo Novo do Parecis dando apoio na questão da segurança de outro cidadão. Após vasculha, policiais localizaram uma mochila com vários objetos, dentre eles armas de fogo, balaclavas e facas, que podem ter sido usadas no crime. Os três foram presos e o caso será entregue à Polícia Judiciária Civil para investigação.

“Foram encaminhados esses três elementos à Delegacia de Polícia Civil de Tangará da Serra para demais percepções criminais e apurações realizadas pela Polícia Judiciária Civil”, completou o coronel.

Um quarto elemento, suspeito de ter deflagrado os disparos também foi preso em Campo Novo do Parecis.  

Notícias da editoria