Diário da Serra

Secretaria de Educação e parceiros desenvolvem ações para Promoção da Saúde Mental na Escola

Alexandre Rolim/Assessoria de Comunicação 01/11/2021 Educação
Educação

Uma série de ações foram realizadas entre 18 e 22 de outubro de 2021 com foco na saúde mental de crianças e adolescentes de escolas municipais de Tangará da Serra. Por meio da 1ª Semana de Promoção da Saúde Mental na Escola, o Núcleo de Atendimento Educacional (NAE), da Secretaria Municipal de Educação (Semec), em parceria com a Faest Uniserras e outros parceiros, levou palestras e atividades com informações importantes sobre adolescência, depressão, ansiedade, redes sociais, dentre outros temas, a alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental.

“Saúde mental e redes sociais”, “Cuidando da saúde mental na prática” e “Bons hábitos de autocuidado com o corpo” foram as palestras ofertadas, além de atividades diferenciadas em sala de aula. A Semana, de caráter educativo e informativo com a participação da comunidade escolar, família e instituições parceiras, foi concluído com evento na CMEE Prof. Isoldi Storck, contando com a participação de diretores e coordenadores pedagógicos dos Centros de Ensino, que discorreram sobre os resultados alcançados, expondo relatos das experiências e contribuindo também com sugestões para as próximas edições.

Estiveram também presentes a equipe de coordenadores e profissionais da SEMEC, a Chefe do Departamento de Gestão Pedagógica e Políticas Públicas Educacionais prof. Eliane Santiago de Lima e o Secretário Municipal de Educação prof. Vagner Constantino Guimarães.

Na oportunidade, a prof. Eliane Santiago comentou acerca da importância da realização desse projeto, visto que cuidar da saúde mental é fundamental para a qualidade de vida dos alunos, seu raciocínio, emoções e comportamentos sociais. Finalizando o dispositivo do evento, o Secretário prof. Vagner proferiu sobre o intento da SEMEC em prover ações que possibilitem o desenvolvimento integral dos alunos, assistindo-os também quanto ao âmbito da promoção da saúde mental, bem-estar emocional e à qualidade de vida.

Para o pleno exercício das mais diversas atividades humanas engendradas no cotidiano são imprescindíveis o bem-estar e a saúde. A saúde, por sua vez, não refere-se apenas à qualidade biológica do estado de funcionamento físico-corporal, mas também do equilíbrio dos processos psíquicos e emocionais que envolvem o indivíduo em sua vivência. Para que cada pessoa desenvolva suas atividades com autonomia e eficácia, deve-se estar em plenas condições físicas e mentais/emocionais para fazê-lo, e isto desde a infância, posto que a atividade racional das crianças recebe cada vez mais influências externas, torrenciais, inclusive com a massificação das tecnologias e com a velocidade da informação.

A cada dia que passa, mais indivíduos são acometidos por problemas de ordem cognitiva, mental e emocional, afligindo sua atuação social e profissional, diante das intempéries do mundo real, inclusive nesses tempos de pandemia, onde predomina o medo, a incerteza do futuro, o infortúnio diante das perdas humanas a nível global, além dos demais desafios do mundo real. Fatores de desconformidades emocionais têm sido percebidos desde a fase infantil, algo que se torna preocupante e carece de atenção, posto que pode levar o indivíduo a cometer ações impensadas, que podem culminar em maiores danos físicos, cognitivos e até no suicídio, cuja taxa é cada vez maior.

Notícias da editoria