Diário da Serra

TANGARÁ DA SERRA - Atendimento de pacientes com suspeita de Covid-19 passa a ser pela entrada da UPA

Alexandre Rolim / Assessoria de Comunicação 05/11/2021 Saúde

Tangará da Serra está há 20 dias sem registrar óbito pela doença, o último ocorreu em 16/10, quando faleceu uma idosa de 70 anos

Saúde

O atendimento de pacientes com suspeita de contaminação pelo coronavírus (Covid-19) passou por mudança no Hospital Municipal de Tangará da Serra. A recepção de pessoas que buscam a Unidade Respiratória Ambulatorial (URA) foi redirecionada devido a demanda ter reduzido significativamente. Tangará da Serra está há 20 dias sem registrar óbito pela doença, o último ocorreu em 16/10, quando faleceu uma idosa de 70 anos.

De acordo com a secretária de Saúde, Gicelly Zanatta, esses pacientes são atendidos pela porta de entrada da UPA 24 Horas, seguindo todos os protocolos do Ministério da Saúde, assim como funciona em outras UPA's do país.

“Foi aberto um novo consultório na UPA especificamente para atendimento de pacientes Covid-19”,

conta a secretária.

“A mudança libera salas do Hospital Municipal, leitos da pediatria, para poder atender melhor a nossa população”, completou.

Segundo ela, a medida não interfere no atendimento de pacientes com suspeita de COVID-19, que continuam recebendo atendimento médico na unidade hospitalar, obedecendo a todas as medidas de biossegurança.

“O paciente com suspeita da doença [Covid-19] passa por uma triagem específica, recebe uma cor específica de ficha de atendimento diferente para ser atendido especificamente em uma sala. Todos os pacientes que chegam com sintomas respiratórios são encaminhados direto para o atendimento Covid-19”, explicou.
"Isso já acontecia anteriormente”, relata a secretária. “Todos os pacientes que chegavam na UPA eram redirecionados para a URA, e isso continua acontecendo, mas agora tendo como porta de entrada a porta da UPA”, finaliza.

Notícias da editoria