Diário da Serra

DOMINGO DE FEIRA - Jiló e berinjela, a “dupla caipira” que enriquece a mesa do consumidor

Assessoria Especial 12/11/2021 Geral

O consumidor encontra produtos frescos, de excelente qualidade e bons preços

Geral

Nestes tempos de inflação e preços altos dos alimentos, é preciso identificar quais as opções mais em conta para a mesa da família. E, entre os hortifrutis, é preciso considerar os itens típicos da época, que sempre apresentam qualidade e preços mais atrativos.

Na Feira do Produtor do Centro, em Tangará da Serra, o consumidor encontra produtos frescos, de excelente qualidade e bons preços. E - é bem verdade - as hortaliças são alimentos que frequentam o dia a dia da mesa do consumidor. 

“Esta é uma vantagem da Feira do Centro para o consumidor, que tem muitas alternativas levar à mesa da sua família alimentos nutritivos, com qualidade e bons preços”, diz o presidente da Associação dos Feirantes, Valdeci Ferraz Aquino, que cita a berinjela e o jiló como disponibilidades interessantes, justamente por serem da estação.

A berinjela é de origem indiana e se adaptou muito bem no Brasil. Pode ser consumida frita, refogada, em conserva, empanada e, até mesmo, assada. É uma hortaliça rica em antioxidantes, benéfica ao coração e é fonte de vitaminas do complexo B. Tem, também, muito cálcio, magnésio e potássio. Além disso, ajuda a manter a pele saudável e contribui na prevenção de vários tipos de câncer.

O jiló, por sua vez, embora seja visto como uma hortaliça, na realidade é um fruto. Pouco se sabe sobre suas origens, mas o mais provável é que tenha chegado ao Brasil pelas mãos dos povos africanos, no período da escravatura. Tem sabor peculiar, com certo amargor, mas é apreciado na culinária, podendo ser consumido frito, cozido ou em conservas. É fonte de fibras, combate a obesidade e é rico em carboidratos, proteínas, vitaminas A e C, e minerais como ferro e cálcio. É muito benéfico aos sistemas nervoso e vascular e, também, aos músculos.

A “dupla caipira” JILÓ & BERINGELA pode ser encontrada em inúmeros boxes dos setores “A” e “C” da Feira do Produtor, em todo o seu quadrante do lado da rua 24 (José Cândido Melhorança), colhidos em propriedades familiares do Assentamento Antônio Conselheiro, Córrego das Pedras, Bezerro Vermelho, Linha 12, e em praticamente todo o cinturão verde de Tangará da Serra.

Notícias da editoria