Diário da Serra

Oficinas de circo e de dança serão oferecidas a jovens de Tangará da Serra e Barra do Bugres

Secel-MT 12/11/2021 Cultura

Ao todo, serão 45 participantes nas atividades de circo, Breaking e Free Step

Cultura

Jovens, adolescentes e crianças de Tangará da Serra e Barra do Bugres terão oportunidade de aprender um pouco sobre a arte do circo e dos estilos de dança Breaking e Free Step. Por meio de projetos selecionados no Edital Movimentar, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), serão oferecidas oficinas gratuitas ao público infantojuvenil, nos dias 14 e 15 de novembro.

A proposta dos projetos é possibilitar a inclusão cultural, a troca de vivências e a difusão da cultura da dança nas comunidades.

Ao todo, são 45 participantes nas três oficinas. Em Tangará da Serra, serão oferecidas as capacitações ‘Free Step Movimenta’, no domingo, 14, e ‘A Alegria do Circo’, no feriado de 15 de novembro, ambas das 13h às 17h. Para quem não conhece, o Free Step (passos livres) é uma dança ritmada com movimentos rápidos e elaborados, deslizando sobre o chão, sob a batida de música eletrônica.  Em relação à oficina de circo, os participantes poderão aprender um pouco sobre técnicas teatrais e circenses que serão propostas na atividade.

Em Barra do Bugres, os inscritos na oficina de ‘Breakdance na comunidade’ poderão aprender um pouco sobre este estilo, que, além de ser conhecido como dança de rua, está incorporado à cultura do hip hop. A atividade será no domingo, 14, das 13h às 17h.
 

Edital Movimentar

Lançado para reduzir o impacto econômico da pandemia e fomentar projetos culturais e esportivos, o edital destinou R$ 3 milhões para trabalhadores da cultura e do esporte em Mato Grosso.

Na área da cultura, as propostas contempladas englobam manifestações artísticas ou práticas culturais desenvolvidas nos segmentos de teatro, dança, circo, literatura, biblioteca, música, audiovisual, artes visuais, artesanato, povos e comunidades tradicionais, culturas LGBTQIA+, urbanas e negras e de matriz africana, patrimônio histórico, produção cultural e economia criativa.

No esporte, foram atendidos profissionais de educação física credenciados pelo Conselho Regional (CREF-17), gestores esportivos e instrutores de dança e lutas. As propostas selecionadas estão nos segmentos de esporte de alto rendimento, saúde, recreação e lazer, esporte de inclusão, esporte educacional, ações formativas e política de gestão e administração esportiva.

Notícias da editoria