Diário da Serra

NEGA MARY - Professora tangaraense recebe Prêmio Tereza de Benguela

Fabíola Tormes / Redação DS 19/11/2021 Cultura

Ao todo 22 mulheres negras foram homenageadas e premiadas pela Assembleia Legislativa

Cultura

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), juntamente com o Coletivo Herdeiras do Quariterê, promoveu o 1º Prêmio Mato-grossense Tereza de Benguela. Mulheres negras, de 22 áreas de atuação, receberam o troféu da premiação na noite desta quinta-feira, 18. Além disso, houve entrega de Moção de Aplausos e de uma honraria ancestral a homens e mulheres em celebração ao Dia da Consciência Negra.

Entre as homenageadas com o 1º Prêmio Mato-grossense Tereza de Benguela está a produtora cultural, professora e atriz, Marilza da Silva Costa, a Nega Mary, de Tangará da Serra, destaque na Categoria Atuação Intergeracional. 

“Fiquei imensamente feliz com esta premiação que homenageia a força da mulher negra no estado de Mato Grosso. Sou de Tangará da Serra, interior do estado, e faço parte de organizações que trabalham com linguagem do ativismo e posicionamento negro dentre crianças, jovens e adultos, que inclusive é de extrema importância na nossa sociedade. Então, ter reconhecimento do nosso trabalho na categoria ‘Atuação Intergeracional’, que é justamente o ato proporcionar a interação social e valorização dos conhecimentos dos povos negros do meu município, através da transmissão de valores, vivências e sentimentos, é uma alegria sem tamanho”,

destaca a homenageada. 

“Na data que marca do Dia da Consciência Negra estamos premiando personalidades que estão ajudando no movimento negro. A gente sabe da grande dificuldade e a diferença que existe ainda infelizmente no nosso país e a gente precisa trabalhar ações e políticas públicas, eventos, movimentos e chamar esse debate”, completa o presidente da ALMT, deputado estadual Max Russi (PSB). 

O secretário nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Paulo Roberto, também prestigiou o evento e lembrou que a data também é um dia de reflexão e luta.

“Não se pode negar o racismo, o preconceito, a discriminação e a intolerância religioso. É preciso olhar para o passado para ver de onde veio tudo isso, tudo tem uma raiz. Sem isso, não podemos combater a discriminação, sem ver de onde veio tanta desigualdade”, pondera.

O senador Wellington Fagundes, além de outras autoridades também acompanharam o evento.

As mulheres foram premiadas nas áreas Cientista Destaque; Projetos Inovadores Afro Cultura; Cultura e Arte; Política; Ativista; Líder Equidade Racial; Afroempreendedorismo Destaque; Quilombola Griot; Axé Terreiros; Jovem Tereza Destaque; Resistência; Líder Coletivo; Liderança Quilombola Destaque; Ativistas do Direito; Atuação Negra LGBTQIA+; Ancestralidade; Jovem Produtora Cultural – Áudio Visual; Música Afro; Artes Visuais; Mulher Política em Terras Quilombolas; Atuação Intergeracional; e Produção Coletiva de Literatura Negra em Mato Grosso.
 

Veja abaixo a lista completa de pessoas homenageadas com o prêmio Tereza Benguela:

PRÊMIO TEREZA DE BENGUELA
1. CATEGORIA CIENTISTA DESTAQUE:
FRANCILÉIA PAULA DE CASTRO - FRAN PAULA:
2. CATEGORIA PROJETOS INOVADORES AFRO CULTURA: BLACK-RAINHAS - GÉSSICA PEREIRA:
3. CATEGORIA CULTURA E ARTE: ANDRÉ DE LUCCA – ALMERINDA MULHER NEGRA
4. CATEGORIA POLÍTICA: MARIA DAS NEVES
5. CATEGORIA ATIVISTA: CZARINA FARIAS DE BRITO:
6. LÍDER EQUIDADE RACIAL: JOSILEIDE MARLA MEDEIRO:
7. CATEGORIA AFROEMPREENDEDORISMO DESTAQUE: VIVIAN FASHION
8. CATEGORIA QUILOMBOLA GRIÔT: TIA GÓIA
9. CATEGORIA AXÉ TERREIROS: MARIA JOSÉ DA SILVA MATOS
10. CATEGORIA JOVEM TEREZA DESTAQUE: NAUARA COELHO
11. CATEGORIA RESISTÊNCIA: MAZÉH SILVA
12. CATEGORIA LÍDER COLETIVO: EDNA SAMPAIO: VEREADORA POR CUIABÁ /MT;
13. CATEGORIA LIDERANÇA QUILOMBOLA DESTAQUE: LAURA FERREIRA DA SILVA
14. CATEGORIA ATIVISTAS DO DIREITO: NARYANNE RAMOS
15. CATEGORIA ATUAÇÃO NEGRA LGBTQIA+: LUPITA AMORIM:
16. CATEGORIA ANCESTRALIDADE: VÓ FRANCISCA CORREA DA COSTA:
17. CATEGORIA JOVEM PRODUTORA CULTURAL – ÁUDIO VISUAL: NAIANE GONÇALVES
18. CATEGORIA MÚSICA AFRO: MARIANA BOREALIS
19. CATEGORIA CULTURA ARTES VISUAIS: CRISTINA SOARES
20. CULTURA: MULHER POLÍTICA EM TERRAS QUILOMBOLAS: SOENIL CLARINDA DE SALES
21. CATEGORIA ATUAÇÃO INTERGERACIONAL: NEGA MARY
22. CATEGORIA PRODUÇÃO COLETIVA DE LITERATURA NEGRA: COLETIVO SELO ITAN – ABAYOMI JAMILA (DAIANE SILVA DOS SANTOS) - RONDONÓPOLIS/CUIABÁ/MT.

Notícias da editoria