Diário da Serra

MATERNIDADE – Lei garante atendimento à gestantes em vulnerabilidade

Assessoria ALMT 24/11/2021 Saúde

Assistência integral, incluindo pré-natal, parto e pós-parto

Atendimento de qualidade para gestantes

Foi sancionada pelo governador Mauro Mendes (DEM), no último dia 18 de novembro, a Lei 11.573/202,1 de autoria do deputado estadual Thiago Silva (MDB), que cria o programa “Mães de Mato Grosso”, com foco no atendimento de gestantes em situação de vulnerabilidade social e recém-nascidos.

O Programa Mães de Mato Grosso tem o objetivo de assegurar à gestante e ao recém-nascido a assistência integral à saúde, incluindo pré-natal, parto e pós-parto. A lei também visa promover o acesso à rede pública de saúde e a prevenção de doenças no ciclo de gravidez até o primeiro ano de vida da criança, visando à diminuição dos índices de mortalidade materna e infantil.

“Esta importante lei que já está em vigor vai garantir atendimento digno e de qualidade para gestantes que estão vulneráveis e carecem do apoio do Poder Público para fazer o acompanhamento do pré-natal ao parto. Estamos trabalhando para diminuir o índice de mortalidade infantil e também das gestantes em Mato Grosso”,
disse o deputado Thiago Silva.

Suelen Cristina, que está grávida, acredita que essa nova lei será de grande valia para pessoas que não possuem renda fixa e precisam do apoio do governo para realizar o atendimento durante o tempo de gestação e também o pós-parto.

“A gestação e o parto são momentos importantes da vida das mulheres. Por esse motivo, é fundamental ter o acompanhamento de profissionais da saúde preparados para atender a mãe depois do parto e o recém-nascido, por isso propomos a criação desta nova lei”,
defende o deputado Thiago Silva.

Notícias da editoria