Diário da Serra

TROCA NO PAIAGUÁS – Secretário deixa Saúde este mês e defende sucessor “técnico”

THAIZA A. / Midia News 12/01/2022 Política

Gilberto Figueiredo diz que disputará cadeira na Assembleia

O secretário deixa o cargo no final de janeiro

O secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo defendeu que o governador Mauro Mendes (DEM) escolha um nome técnico para substituí-lo na Pasta a partir de fevereiro deste ano.

Gilberto deixará a Secretaria no dia 31 de janeiro para disputar as eleições de outubro como candidato a deputado estadual.

“O governador tem uma mão boa para escolher sucessores. Ele vai escolher uma pessoa para dar continuidade ao plano de governo. Não é o plano do Gilberto. É um plano do governador Mauro Mendes. Ele prometeu fazer a saúde funcionar no Estado, já está fazendo e não vai se desviar disso”,
afirmou.
“O perfil da pessoa correta, em minha opinião, tem que ser bastante técnica, menos política para não sair do curso”,
acrescentou.

Segundo Gilberto, a Secretaria conta com mais de 15 profissionais que podem assumir o cargo.

O secretário declarou que ajudará na transição do secretariado antes de se dedicar a sua campanha eleitoral.

“Uma das minhas características sempre foi preparar sucessores por onde eu passei. O governador deve anunciar até o final do mês quem deva ser”, disse.
“Seja lá quem for, nós estaremos ao lado dessa pessoa, para fazer uma transição correta, para orientar”,
afirmou.

Saída:

Gilberto declarou que tinha intenção de deixar o cargo no dia 31 de dezembro do ano passado. Mas, fez um compromisso com o governador de só sair após lançar os editais da construção dos quatro hospitais regionais em Juína, Confresa, Alta Floresta e Tangará da Serra.

“Nós já lançamos a licitação do Hospital Regional de Juína, do Araguaia em Confresa, de Alta Floresta e daqui uns dias eu cumpro a promessa e vamos lançar o edital de licitação do Hospital Regional de Tangará da Serra”,
afirmou.

Mesmo assim, o secretário frisou que deixa a Pasta dois meses antes do prazo exigido pela Justiça Eleitoral

“para que não façam ilações de que eu poderia estar utilizando do cargo para auferir dividendos eleitorais”.

Notícias da editoria