Diário da Serra

EM TANGARÁ - Politec-MT é tema de aula de Ciências Forenses para estudantes do Ensino Médio

Tita Mara Teixeira | Politec-MT 24/03/2022 Educação

A atividade ocorreu na quarta-feira, 23, e está relacionada à disciplina de “itinerário formativo”, a qual envolve temas voltados à Criminalística e Identificação Técnica

Educação

Os estudantes do Ensino Médio do Instituto Presbiteriano de Educação Simonton (Ipes), de Tangará da Serra, tiveram uma aula com a participação dos profissionais da Coordenadoria Regional da Politec do município, após convite realizado pela direção da escola. A atividade ocorreu nesta quarta-feira, 23, e está relacionada à disciplina de “itinerário formativo”, a qual envolve temas voltados à Criminalística e Identificação Técnica.

Os peritos criminais e papiloscopistas promoveram a divulgação da Politec e a coordenadoria de Tangará da Serra, responderam aos questionamento dos alunos e professores. Eles ainda explicaram sobre as reações químicas presentes no componente químico “luminol”, utilizado pela perícia, que ao entrar em contato com o sangue é capaz de revelar vestígios ocultos, e realizaram uma dinâmica envolvendo impressões papilares.

Para a professora Alessandra dos Santos Januário, que leciona a disciplina de Química, a experiência foi positiva, e recebeu vários elogios dos estudantes.

“No novo Ensino Médio temos os itinerários formativos, que permitem ao estudante se aprofundar nos campos com os quais mais se identifica. Trabalho com o Itinerário de Ciências da Natureza, Química, o tema do primeiro semestre é ciência forense. Durante as aulas temos contato com conhecimentos teóricos associados a aulas práticas e através da aula com a presença dos peritos e papiloscopistas, tivemos um importante momento de integração e aquisição de novos conhecimentos com profissionais que estão a serviço da nossa sociedade e habilitados para falar com propriedade sobre o assunto. Os alunos ficaram empolgadíssimos e motivados”, explicou.

Conforme a perita oficial Nelígia Picinini que também participou da atividade, durante as explanações os servidores citaram as semelhanças e diferenças entre a Politec e o famoso seriado norte-americano CSI: Crime Scene Investigation.

“Vários alunos demonstraram grande interesse pela área, e a gente vê também que desperta também o interesse pela ciência. E ao apontar também as diferenças entre a ficção e a realidade, observamos que muitas das coisas que eles fazem ali na série fictícia, nós realizamos na Politec. Foi um trabalho bem interessante e estaremos sempre dispostos neste tipo de trabalho para divulgar o nosso trabalho que é tão importante e tão interessante”, comentou.

Notícias da editoria