Diário da Serra

DEBATE – Audiência discute regularização do Assentamento Antônio Conselheiro

Ingridy Peixoto / Assessoria 24/05/2022 Geral

Processo de regularização vem desde 2018

A discussão foi requerida pelo deputado Elizeu Nascimento

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) realizou audiência pública para debater regularização fundiária do Assentamento Antônio Conselheiro na noite do último dia 20. A discussão, requerida pelo deputado Elizeu Nascimento (PL), reuniu assentados, parlamentares e representantes da Defensoria Pública e da Central de Associações do Assentamento na Escola Marechal Rondon, km 54, agrovila 19, em Tangará da Serra.

O presidente da Central das Associações, Aldo Atanázio da Silva, explicou que o processo de regularização fundiária do assentamento já está em andamento no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), tendo sido entregue todo o georreferenciamento necessário.

“Precisamos que os técnicos do Incra venham dar o okey, porque o ‘geo’ já foi todo feito. Sem isso, fica parado”,
afirmou.

Ele disse ainda que o georreferenciamento está lá há cerca de dois meses.

“Já são 23 anos que estamos assentados, o trabalho de regularização vem desde 2018. É um anseio nosso. O título de propriedade traz segurança, você passa a ser dono da terra. A propriedade valoriza muito mais e você consegue mais financiamento junto ao banco. Isso traz uma qualidade de vida melhor, a renda aumenta e gera emprego no campo também”,
completou Aldo Atanázio da Silva.

Outro problema exposto pelo presidente da Central das Associações é que ainda falta a grande maioria das famílias pagar o valor do georreferenciamento, que foi feito por uma empresa.

Diante dos entraves, o deputado Elizeu Nascimento pediu para o senador Wellington Fagundes (PL) uma agenda com o Incra. Por meio de videochamada, o senador se comprometeu a marcar uma reunião para esta terça ou quarta com representantes do órgão.



Notícias da editoria