Diário da Serra

CONFRESA – Padrasto é preso por suspeita de agressão contra bebê de quatro meses

Raquel Teixeira / Polícia Civil - MT 23/05/2022 Polícia

A criança está em estado grave, no hospital regional de Confresa

A equipe prendeu o suspeito no hospital

Um rapaz de 23 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na noite de domingo, 22, em Confresa, no nordeste do estado, por lesão corporal dolosa cometida contra uma criança de apenas quatro meses. A vítima é enteada do suspeito.

A equipe da Delegacia de Confresa prendeu o suspeito no hospital, onde ele acompanhava a mãe da vítima, que levou a criança para atendimento após ela apresentar vômito e não reagir a estímulos.

A criança deu entrada na unidade de saúde na madrugada de domingo, com hematomas visíveis e a equipe acionou a Polícia Militar e o Conselho Tutelar e encaminhou a ocorrência para atendimento da Polícia Civil. Um laudo da equipe médica apontou lesões que são, possivelmente, causadas por agressões.

Em depoimento ao delegado Higo Rafael Oliveira, a mãe da criança declarou que deixou a bebê com o padrasto no sábado, quando saiu para trabalhar. Ainda pela manhã do sábado, o padrasto ligou para a esposa e disse que a criança havia engasgado. Ao chegar em casa, ela encontrou a filha molinha e com a respiração bem curta, tentou fazer a manobra de desengasgo, a bebê chorou um pouco e parou. Depois, ao amamentar, a bebê vomitou. Ainda segundo a mãe, ela percebeu que o rosto da criança tinha uma mancha roxa e perguntou ao padrasto, mas ele respondeu que não sabia.

Depois, ela detalhou que colocou a filha para dormir, mas estranhou que a criança dormiu além do horário habitual e quando a pegou no colo, viu que não estava bem e disse que a levaria para o hospital. Na unidade de saúde, a equipe fez testes e a criança não apresentou nenhuma reação e na manhã de domingo, ela não acordou.

A criança está em estado grave, no hospital regional de Confresa, aguardando uma vaga em UTI pediátrica.

Notícias da editoria