Diário da Serra

PESAR – Tangará da Serra perde pioneiro Joaquim do Boche

Redação DS / Assessoria 05/07/2022 Geral

Tangará da Serra perde pioneiro Joaquim do Boche

Joaquim do Boche morreu aos 94 anos

O Município de Tangará da Serra perdeu nesta semana mais um de seus pioneiros. Joaquim Alves da Silva, conhecido como Joaquim do Boche, fundador e desbravador do Distrito São Joaquim, a 22 quilômetros de Tangará da Serra, morreu na última segunda-feira, 4 de julho, aos 94 anos. Joaquim faleceu em decorrência de um infarto. 

“Homem batalhador. Descanse em paz seu Joaquim, o senhor contribuiu muito aqui na terra”,
se manifestaram os amigos, nas redes sociais. 
“Pioneiro. Homem honesto, trabalhador que ajudou muito o Distrito de São Joaquim e região”. 

A Prefeitura Municipal de Tangará da Serra também se manifestou, emitindo Nota de Pesar pelo passamento do pioneiro Joaquim Alves da Silva. 

Dono de uma cancha de bocha na década de 70, localizada na região da Praça da Bíblia, se tornou conhecido por ‘Joaquim da Bocha’, dando origem ao nome do Distrito São Joaquim do Boche, que fundou e contribuiu para o seu desenvolvimento. Joaquim Alves da Silva foi vereador em Tangará da Serra integrando a 1ª Legislatura em 1976.

Joaquim nasceu na Bahia em 25 de julho de 1927 e foi casado com dona Joana (já falecida) com quem teve três filhos: Valter, Aparecida e Valdir.

Notícias da editoria