Diário da Serra

HOSPITAL FILANTRÓPICO – Estado repassa R$1,2mi para término do Hospital do Instituto Lions da Visão em Cuiabá

Fabíola Tormes / Redação DS 29/09/2020 Geral

A obra, que fica ao lado do Hospital do Câncer, foi iniciada em 2012

Instituto Lions da Visão, em Cuiabá

O Governo do Estado de Mato Grosso, através do governador Mauro Mendes (Dem) confirmou neste mês seu apoio à construção do hospital do Instituto Lions da Visão. O repasse de R$ 1,2 milhão já está na conta da entidade e contribuirá na finalização da estrutura.


A obra, que fica ao lado do Hospital de Câncer de Mato Grosso, em Cuiabá, foi iniciada em 2012 e estava parada por falta de recursos. “No Governo Dante de Oliveira ganhamos a área de 16.000 metros quadrados para construção do Hospital do Instituto Lions da Visão. No Governo Blairo Maggi recebemos a quantia de R$ 1.500 milhão e da obra total fizemos 60%. E agora, o R$ 1.200 milhão para o término da obra”, recordou o presidente do ILV, Whady Lacerda, ao agradecer o empenho de todos, assim como de deputados estaduais que nesse período sempre contribuíram com a instituição.


A expectativa agora, segundo o presidente, é reiniciar a obra dentro de 30 dias. “A obra acabada se constituirá no maior hospital filantrópico de oftalmologia da América Latina. Hoje, o Instituto Lions da Visão atende mensalmente 2.000 pessoas em consultas, realizamos 500 cirurgias todo mês. No novo hospital  serão ampliados de forma robusta todos os atuais atendimentos e iniciaremos os novos serviços de Retinoterapia Diabetica, transplantes de Córneas e para combater o excesso de suicídios em nosso Estado teremos um grupo de cinco psiquiatras com Eletroconvulsoterapia”.


Além disso, afirma o presidente, para dar suporte às cirurgias de catarata o Instituto conta com uma Casa Helen Keller com 50 leitos, café da manhã, almoço, janta e cama inteiramente gratuitos.


ATIVIDADES - O Instituto Lions da Visão retornou com atendimentos neste mês, depois de longa paralisação em virtude da pandemia. “Somos uma instituição filantrópica e não fosse a ajuda governamental e ainda a cooperação de milhares de colaboradores, teríamos sucumbido. Retornamos de maneira tênue e progressiva e de forma muita responsável faremos nossos serviços  com a admissão firme de todos os cuidados imperativos que nos foram repassados pela Vigilância Sanitária, e as autoridades de saúde de Cuiabá e de todo o Estado de Mato Grosso”.

Notícias da editoria