Diário da Serra

PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO – GAO Tangará da Serra inicia ações do Outubro Rosa e Novembro Azul nesta sexta-feira

Fabíola Tormes / Redação DS 30/09/2020 Saúde

Neste ano as ações de conscientização serão realizadas nas redes sociais

GAO

Alertar a população sobre o câncer de mama e sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce. Esse é o objetivo da campanha Outubro Rosa que inicia nesta quinta-feira, dia 1º de outubro, em todo o país.


Em Tangará da Serra a campanha é coordenadora pelo Grupo de Apoio Oncológico Luz da Esperança (GAO) de Tangará da Serra, que, neste ano, em razão da pandemia do novo coronavírus, trabalhará o tema de uma forma diferente.


De acordo com a diretora social do GAO, Edna Girotto, o mês de conscientização sobre o câncer de mama será trabalhado nas redes sociais e se estenderá até o final de novembro, mês que também é realizada campanha de conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata. “A nossa campanha neste ano do Outubro Rosa e Novembro Azul, devido a pandemia, devido aos cuidados que temos que ter, será promovida com ações nas redes sociais, iniciando nesta sexta-feira”, explica.


Na oportunidade, reforça ela, algumas mulheres assistidas pelo GAO ganharão um dia de beleza e depois, participarão de alguns trabalhos de conscientização.

“Vamos maquiar as nossas assistidas que aceitaram participar e vamos fotografá-las”, completa. Essas fotografias, juntamente com o depoimento delas, será usado no Outubro Rosa e Novembro Azul para falar da prevenção. “Vamos trabalhar a prevenção nas nossas redes sociais, através do nosso instagran e facebook”.


O objetivo, além de demonstrar a luta dessas mulheres, é alertar a todos para a importância do diagnóstico precoce. “Alertando junto com elas”.


Além disso, independentemente do mês, o grupo segue com os trabalhos de assistência a essas pessoas em tratamento contra o câncer, seja com apoio, auxílio a alimentos e exames, entre outros acompanhamentos. Atualmente há 52 pacientes cadastrados, sendo assistidos pelos grupo, com atendimento presencial e através do WhatsApp.
 



Notícias da editoria