Diário da Serra

Tangará da Serra e outros seis municípios concluem pesquisa epidemiológica em Mato Grosso

Durcy Arévalo e Ana Lazarini | SES 01/10/2020 Saúde

Outras três cidades prorrogaram a conclusão da etapa de coletas para até 09 de outubro. Previsão é de que a SES divulgue o resultado da pesquisa entre os meses de outubro e novembro

Saúde

Os municípios de Tangará da Serra, Água Boa, Juína, Sinop, Várzea Grande, Barra do Garças e Alta Floresta já concluíram a fase de coleta da pesquisa soroepidemiológica viabilizada pelo Governo de Mato Grosso. A ação tem o objetivo de monitorar a infecção pela Covid-19 no Estado. 


De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), dos dez municípios que participam da pesquisa, três solicitaram prorrogação do prazo: Cuiabá, Rondonópolis e Cáceres. Com o intuito de cumprir o objetivo proposto, esses municípios prorrogaram a conclusão da etapa de coletas para até 9 de outubro.
 

A SES divulgará o resultado da pesquisa após a finalização dessa fase e análise dos materiais junto aos municípios. A previsão é de que o relatório final do monitoramento seja concluído entre os meses de outubro e novembro. 
 

O trabalho é coordenado pela equipe técnica da SES, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e conta com o apoio dos Escritórios Regionais e Secretarias Municipais de Saúde dos municípios envolvidos no estudo. 
 

A metodologia utilizada na pesquisa é a estratégia quantitativa e transversal. A realização do exame é por meio de teste de sangue. As análises são realizadas exclusivamente pelo o Laboratório Central do Estado (Lacen); já as coletas são feitas por agentes de saúde, por meio das secretarias dos municípios.
 

As cidades selecionadas terão amostras coletadas de 250 a 700 pessoas, de acordo com o número populacional. O setor censitário testado será sorteado, bem como a casa e o morador do domicílio.

Notícias da editoria