Diário da Serra

Inovação Social

Jéssica de Jesus Santana 08/10/2020 Artigos

A educação é a base para a aquisição de conhecimento e intelectualidade de um indivíduo

Artigos

A globalização tem se destacado cada vez mais no mundo atual e a tecnologia surge como uma ferramenta importante para a aquisição de conhecimento. O mundo globalizado se mostra cada vez mais acentuado na sociedade moderna, fazendo com que a tecnologia ganhe destaque nesse cenário, tornando-a uma ferramenta essencial no dia a dia dos indivíduos perante a pandemia que vivemos.


Atualmente, consideramos os problemas sociais e ambientais nesse mundo em colapso como verdadeiras barreiras, que na real, necessitam serem vencidas diariamente, com intuito de desafiar e mover, buscando os meios alternativos, sempre desejando melhor expor a criatividade e inovação da social integrada a tecnologia social. A tecnologia social demonstra através de sua simplicidade, o processo de se revelar de maneira complexa, com a finalidade de compreender o objetivo e atuação na prática essencial.


A educação surge nesse cenário tendo o papel de transmitir conhecimento aos seus discentes e docentes e se alinha a tecnologia, colocando situações cotidianas na transmissão dos conteúdos buscando como finalidade despertar o interesse do aluno pelo conhecimento, objetivando integrar todas as classes sociais dentro da sociedade globalizada e seu mercado.


A educação é a base para a aquisição de conhecimento e intelectualidade de um indivíduo. Logo, a tecnologia alinhada à educação é de grande valia para despertar o interesse pelo conhecimento bem como integrar mais as pessoas desprovidas ao mundo globalizado.


A aquisição de conhecimento é eficaz para a intelectualidade de um indivíduo e a tecnologia é uma ferramenta muito importante nesse contexto, pois permite que ele busque o interesse pelo conhecimento ao mesmo tempo em que proporciona melhores condições de afazeres. Ressaltando, que no mundo globalizado em que vivemos o acesso à tecnologia deveria ser disponibilizado a todas as classes de forma igualitária para que todos tenham e mesma chance de aquisição de conhecimento.  O que na realidade não condiz, muitos indivíduos estão à margem da inovação social que presenciamos atualmente.


Ao exercitar as tecnologias sociais como recursos para os problemas sociais, vale destacar que necessitamos de maiores investimentos e políticas públicas, que afirmem ser fatos trazidos para as soluções estáveis e não somente paliativas, diante do que seria a cognitiva dos processos de desenvolvimento e inclusão social que se coloca como prioridade em resolver.


A tecnologia social deve ainda promover educação, cidadania, inclusão, acessibilidade, sustentabilidade, participação e cultura. Sendo uma tecnologia que promove a transformação social, é desenvolvida em conjunto à população - onde as pessoas que precisam das soluções são parte delas, assumindo o processo da mudança.

 

JÉSSICA DE JESUS SANTANA – graduada em Licenciatura Plena em Letras e respectivas Literaturas, Pós graduada em Língua Portuguesa e Docência do Ensino Superior.

Notícias da editoria