Diário da Serra

DEGRADAÇÃO – Morador denúncia crime ambiental em Área de Preservação no Queima Pé

Fabíola Tormes / Redação DS 26/10/2020 Geral

O local é uma área de preservação, cuidada pelos chacareiros da região

Um dos moradores registrou e denunciou o crime ambiental ao Executivo Municipal

Uma Área de Preservação Permanente (APP) no Rio Queima Pé, na região próximo a Estação de Tratamento de Água, está sofrendo desrespeito à legislação ambiental.


Um dos moradores, que preferiu não se identificar, registrou a situação na região, ao lado da propriedade de sua família, e denunciou o crime ambiental ao Executivo Municipal.


Segundo ele, chacareiros da própria região fizeram a abertura de uma estrada e a interceptação do rio Queima Pé. “Por conta própria ele matou o rio (…) ele simplesmente passou por cima do rio”, denunciou, indignado com a atitude. “Essa é a estrada do Queima Pé, que vai para chocadeira da Anhambi (…) 900 metros do Anel Viário”.


Além disso, segundo o denunciante, o responsável pela degradação ambiental ainda teria arrancado todas as cercas que faziam divisa com outras propriedades de terceiros. “Fomos lá no local e a cerda da divisa foi arrancada. Não tem mais a cerca”, relata.


O local é uma área de preservação, cuidada pelos chacareiros da região. “Inclusive há um documento assinado pelos moradores daquela região junto ao Samae para preservação (…) e agora isso acontece”, lamenta, ao pedir providências das autoridades para o crime ambiental ocorrido na região.



Notícias da editoria