Diário da Serra

TURISMO REGIONAL COMO POSSIBILIDADE NAS FÉRIAS

Sidney Tapajós 03/11/2020 Artigos

Mato Grosso possui inúmeras paisagens naturais, que atraem turistas de todo o mundo

Artigos

Quando pensamos em viajar, geralmente queremos viajar para o exterior, esses destinos com culturas, climas e idiomas diferentes. Porém, vivemos em um país dentro de um continente com muitas riquezas, e nos sentimos honrados por poder conviver com diferentes etnias no mesmo lugar.


Em apenas algumas horas, usando a tecnologia, você pode explorar essa diversidade de opções em sua região ou região próxima. Pesquisando bem você vai ver que o Brasil tem muito a oferecer por meio do turismo regional.


Após o isolamento social, o comportamento dos turistas tende a ser afetado por questões de saúde, família, negócios, entre outros. No momento que a atividade turística for totalmente liberada, os viajantes tendem a procurar destinos regionais mais curtos e, consequentemente viajar distâncias menores. A saúde e a segurança serão fatores importantes na escolha do destino, por isso uma das tendências do turismo é focar na regionalidade.


Um bom ponto de partida para aprimorar esse conhecimento é o turismo regional. Inclui o diálogo com a comunidade local na perspectiva do turista, ou seja, uma verdadeira imersão cultural, e proporciona aos moradores locais todos os passeios, hospedagem, alimentação e atrações. O turismo regional é uma opção para quem não quer gastar muito dinheiro e se divertir.


Mato Grosso possui inúmeras paisagens naturais, que atraem turistas de todo o mundo. O tamanho e a diversidade do território brasileiro fazem da estrutura e organização dos produtos turísticos um dos maiores desafios para a gestão e o desenvolvimento sustentável da atividade.


Numa perspectiva regional, a estrutura dos serviços turísticos pode ser melhorada, sendo que neste âmbito várias cidades integram-se e complementam-se na prestação de serviços aos turistas, valorizando assim o território.


Como eixo importante dessa abordagem, o turismo deve ser visto da perspectiva do comércio, da indústria e de outros serviços. Já passou o tempo em que o turismo apenas realizava a festa da cidade ou contratava shows. Infelizmente, ainda existe quem faça do setor turístico uma subpasta, que acaba ocupando uma agenda secundária na região.


O turismo não precisa de promessas e sim de seriedade. O poder público precisa fazer a sua parte, começando por estradas e investimento em sinalização que facilitem o acesso do turista aos locais.


Algumas pessoas pensam que você só pode viajar uma vez por ano, durante as férias. Porém, se você pesquisar, encontrará destinos charmosos e agradáveis no próprio estado ou em áreas próximas. Portanto, feriados prolongados e fins de semana tornam-se oportunidades de viagens inesquecíveis, aproveite a localização e as vantagens econômicas do destino e viaje várias vezes ao ano!


O turismo regional é muito importante para a economia e a cultura da comunidade. Desde que feito de forma consciente, respeitando os costumes e o meio ambiente, beneficiará turistas e moradores da região. Além de contribuir para o desenvolvimento local, não perca esta oportunidade de crescimento pessoal, pois tem novas amizades e experiências.


Sidney Tapajós - Turismólogo e Pedagogo. Especialista em RH e Didática do Ensino Superior. Instagram:Turismo100Subjetivismo/ tapajós.sidney@gmail.com. (65) 9 9802-6526



Notícias da editoria