Diário da Serra

Operação prende 11 pessoas em investigações sobre homicídios e tráfico em Diamantino

Raquel Teixeira | Polícia Civil-MT 05/11/2020 Polícia

Foram cumpridos 8 mandados judiciais de prisão preventiva e três pessoas foram presas em flagrante

Polícia

Onze pessoas foram presas nesta quarta-feira, 4, em Diamantino, durante a Operação Ponto Final deflagrada pela Polícia Civil para cumprimento de mandados judiciais de investigações que apuram diversos ocorridos no município, associados a uma facção criminosa, entre eles homicídio, tráfico de drogas e tortura.


Oito pessoas foram presas em cumprimento a mandados de prisão preventiva expedidos pela Vara Criminal de Diamantino. Outras três pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas, posse de arma de fogo e munições.
 

Os policiais apreenderam durante a operação três motocicletas, um revólver calibre 38 e drogas como maconha e pasta base.
 

De acordo com o delegado Gilson Silveira do Carmo, quatro pessoas que foram presas são investigadas por uma tentativa de homicídio ocorrida em agosto deste ano, em Diamantino. “O crime cometido tem relação a acerto de contas do tráfico de drogas de uma facção criminosa”, explicou o delegado, que representou pela prisão dos envolvidos.
 

Durante as buscas na operação, em uma das residências os policiais civis aprenderam porções de maconha e pasta base e um revólver que pode ter sido usado em outros homicídios ocorridos no município.
 

As outras prisões estão relacionadas a um crime de tortura também praticado pela mesma facção criminosa que aplicou um "salve" em uma vítima que praticou furtos na localidade chamada Bento Porto e por descumprimento de ordens da organização criminosa.
 

O material aprendido será analisado pela equipe de investigação. Os presos foram encaminhados à Delegacia de Diamantino e após os procedimentos policiais serão colocados à disposição do Poder Judiciário. 
 

A Operação Ponto Final contou com apoio da Polícia Militar de Diamantino e policiais penais e Polícia Civil dos municípios de Arenápolis e Nortelândia.

Notícias da editoria