Diário da Serra

O Lúdico na Educação Infantil

Evenize Aparecida Dias Sampaio 11/11/2020 Artigos

Interação da criança com o conhecimento através de brincadeiras e jogos

Artigos

A brincadeira faz parte integral da infância. O ser humano tem predisposição nata em brincar, buscar se divertir em meio a descobertas e atividades, quer seja de maneira voluntário ou mesmo de maneira involuntária, pelo simples pressuposto de se divertir.


Nada melhor que mergulhar no universo infantil para direcionar os ensinamentos e permitir à criança se descobrir, descobrir o universo que a cerca, de maneira ampla e de modo descontraído, assim sendo a atividade lúdica permite este aprimoramento.


As atividades lúdicas são essenciais para o desenvolvimento infantil e para a educação em si, e enfatizam que a aprendizagem precisa acontecer de forma alegre e divertida, pois é assim que a criança vive em seu mundo. O processo ensino aprendizagem, com crianças pequenas necessita que o professor deposite muita atenção na articulação de ferramentas auxiliadoras do conteúdo a ser ministrado, pois, se aplicadas adequadamente serão capazes de facilitar o entendimento dos conteúdos abordados, aulas alegres são mais prazerosas para as crianças.


A criança aprende a brincar brincando e brinca aprendendo. A criança brinca porque é uma necessidade básica, assim como a nutrição, a saúde, a habitação e a educação são vitais para o desenvolvimento do potencial infantil. Para manter o equilíbrio com o mundo, a criança necessita brincar, jogar, criar e inventar.


O brincar desempenha um papel extremamente importante na constituição do pensamento infantil. É através dele que se inicia uma relação cognitiva do indivíduo com o mundo de eventos, coisas, símbolos e pessoas que o rodeia. A partir da brincadeira, a criança reproduz o discurso externo, o internaliza, interpreta e constrói seu próprio pensamento. Por isso, devemos valorizar e direcionar a brincadeira, quando utilizada como instrumento pedagógico. Processos de pré-alfabetização, por exemplo, podem acontecer de forma natural e fluida quando realizados à partir da ludicidade.


O desenvolvimento lúdico é uma atividade que busca a interação da criança com o conhecimento através de brincadeiras e jogos, sendo um aliado muito importante na aprendizagem.


A brincadeira faz parte do desenvolvimento do ser humano, assim se dando a várias descobertas, desenvolvimento físico e mental, além de desenvolver a criatividade e aperfeiçoa a capacidade de socialização do indivíduo.


As atividades lúdicas são muito mais que momentos divertidos ou simples passatempos e, sim, momentos de descoberta, construção e compreensão de si; estímulos à autonomia, à criatividade, à expressão pessoal.


Cabe ao professor, o papel de mediador da aprendizagem, devendo fazer uso de novas metodologias, procurando sempre incluir na sua prática as brincadeiras, pois seu objetivo é formar educandos atuantes, reflexivos, participativos, autônomos, críticos, dinâmicos e capazes de enfrentar desafios.


Conclui-se que o lúdico é uma forma facilitadora de aprendizado. Com ele a criança desenvolve aspectos afetivos, cognitivos, motores e sociais, podendo assim interagir com o meio em que vive de forma dinâmica e prazerosa.

Evenize Aparecida Dias Sampaio - Professora Pedagoga

Notícias da editoria