Diário da Serra

REELEITO – Zé Elpídio comandará Nova Olímpia até 2024; será seu quarto mandato

Fabíola Tormes / Redação DS 16/11/2020 Política

Receberam o apoio de 4.789 eleitores – 56,10% dos votos válidos

José Elpídio de Morais Cavalcante e Rimer de Oliveira

Zé Elpídio comandará Nova Olímpia até 2024; será seu quarto mandato

Ao lado de Rimer de Oliveira, pela coligação 'Nova Olímpia no rumo certo', formada pelos partidos Dem, PSDB e PP, José Elpídio de Morais Cavalcante foi reeleito prefeito de Nova Olímpia.


Aos 63 anos, Zé Elpídio recebeu o apoio de 4.789 eleitores – 56,10% dos votos válidos e seguirá mais quatro anos a frente do Poder Executivo de Nova Olímpia. “Queremos agradecer a Deus e ao povo”, agradeceu o prefeito reeleito, em entrevista ao Diário da Serra.


Esta será a quarta vez que Zé Elpídio comandará o município. Ele foi prefeito em 1997 a 2000; 2005 a 2008; 2017 a 2020; e agora de 2021 a 2024. “Deus entendeu que devíamos continuar e o povo também”.


O atual mandato encerra no dia 31 de dezembro e nesses quatro anos o prefeito afirmou que trabalhou bastante, com ações nas áreas da saúde,  educação e desenvolvimento do município. “Foi um mandato bom”.


Agora quer continuar trabalhando ao lado do vice-prefeito e dos secretários, tendo como prioridade ainda os setores da saúde, educação e emprego. “É o que a população mais precisa”.


ELEIÇÕES 2020 - O segundo colocado, Pedro Rosa (PSL), obteve 2.848 votos (33,36%) e Lulu Motos (PRTB) ficou em terceiro com 900 votos (10,54%). Brancos totalizaram 351 votos (3,67%), nulos 686 (7,17%). O total de votos válidos foi de 8.537 (89,17%).


A Câmara de Vereadores teve uma grande renovação, com seis (66,6%) vereadores estreantes e apenas três (33,3%) reeleitos.


Câmara de Vereadores de Nova Olímpia tem 66,6% de renovação

Click Nova Olímpia

Com a contabilização dos votos aos cargos da Câmara de Vereadores de Nova Olímpia, definindo os eleitos para a próxima legislatura, alguns dados chamaram a atenção dos eleitores e analistas políticos.


A Câmara de Vereadores teve uma grande renovação, com seis (66,6%) vereadores estreantes e apenas três (33,3%) reeleitos. 


A ausência de representantes femininas também foi marcante, tendo em vista que nenhuma mulher foi eleita.


E a surpresa maior foi a eleição de candidatos que não figuravam como favoritos, como Eugênico ‘Buchecha’ e Silvano dos Teclados, ambos do PSDB.


No tocante a percas, vereadores candidatos à reeleição ficaram no caminho, a exemplo Severino Lima, Ronaldo Sem Terra, Rita da Creche e Chiquinho da Padaria. Os vereadores Eduardo Almeida (Duda) e Cida Cassatte não concorreram à reeleição.


Dos reeleitos, Edinho Gregório (PP) foi o mais votado do pleito com  450 votos (5,05%), seguido por Marcinho (PSL) com 440 votos (4,94%). Anderson do Sindicato (DEM) com 336 votos (3,77%) foi o sétimo mais votado.


VEREADORES ELEITOS – Edinho Gregório (PP) – 450 votos; Marcinho (PSL) – 440 votos; Irmão Guina (PSDB) – 381 votos; Moreno do Esporte (DEM) – 378 votos; Tigordo (DEM) – 359 votos; Serginho da Saúde (PODE) – 344 votos; Anderson do Sindicato (DEM) – 336 votos; Buchecha (PSDB) – 329 votos; e Silvano dos Teclados (PSDB) – 306 votos.



Notícias da editoria