Diário da Serra

TURISMO CULTURAL E O MERCADO

Sidney Tapajós 23/11/2020 Artigos

O turismo cultural pode ajudar as pessoas a aumentar a consciência sobre a proteção do patrimônio tangível e imaterial

Artigos

O comportamento dos turistas está sempre mudando, portanto, novas motivações e expectativas de viagens precisam ser atendidas, principalmente com a celeridade da globalização, turistas procuram por novas rotas de viagem que atendam às suas necessidades, sua situação pessoal, seus desejos e preferências.


A estratégia de posicionamento de marketing, promoção e comercialização de produtos do turismo cultural são alguns dos propósitos mercadológicos. Nesse caso, atenção especial deve ser dada a algumas peculiaridades do segmento de mercado, pois a estrutura de comunicação desta oferta é baseada principalmente na identidade cultural do destino em questão.


A marca é uma ferramenta para localizar um destino no mercado de viagens, diferenciando-o dos concorrentes e transmitindo o conceito, atributos e vantagens do produto. As características culturais da área são um fator importante na composição da marca, pois é uma característica única da área e podem ser reconhecidas várias vezes ao mesmo tempo.


A cultura engloba todas as formas de expressão do homem: o sentir, o agir, o pensar, o fazer, bem como as relações entre os seres humanos e destes com o meio ambiente. A definição de cultura, nesta perspectiva abrangente, permite afirmar que o Brasil possui um patrimônio cultural diversificado e plural (MTur).


Por sua vez, as imagens e frases utilizadas devem estimular a imaginação do visitante e motivá-lo a viajar para perceber os sentimentos provocados pelo anúncio.


No entanto, a promoção do destino precisa ser consistente com a comunidade local para refletir a situação real da área, de modo a evitar que a cultura se torne um cenário de negócios sem sentido e significativo.


Alguns pontos devem ser observados, permitindo que o visitante tenha uma ideia geral dos atrativos que irá visitar:
• Destaque um slogan refletindo sua imagem principal ao lado do nome do Estado/cidade, por exemplo, Cuiabá – Cidade Verde;
• Fornecer uma descrição geral do local visitado (história, influência, tradição, economia e tendências), ou seja, fornecer informações que comprovem o slogan;
• Destaque os lugares imperdíveis relacionados à cultura e história, horário de funcionamento e web site para mais informações;
• Pontuar outras atrações para que os visitantes possam aprofundar seu conhecimento da cultura local;
• Apontar informações sobre locais de alimentação, enfatizando as características da culinária e costumes locais;


A razão da existência do turismo cultural é a cultura e seus diversificados produtos e atividades produzidas, as mesmas independem da atividade turística. Geralmente, os produtos e atividades culturais são os objetivos dos meios de comunicação, que divulgam suas obras em grande quantidade para estimular seu conhecimento e atrair turistas em potencial que podem viajar e apreciar a cultura, nesse sentido, o mercado cultural afeta o mercado de turismo.
O turismo cultural pode ajudar as pessoas a aumentar a consciência sobre a proteção do patrimônio tangível e imaterial, e perceber que este é um patrimônio que distingue e reconhece a região.

Sidney Tapajós – Turismólogo e Pedagogo. Especialista em RH e Didática do Ensino Superior. Instagram:Turismo100Subjetivismo/tapajós.sidney@gmail.com; (65) 9 9802-6526



Notícias da editoria