Diário da Serra

AUXÍLIO EMERGENCIAL – 18 projetos artísticos-culturais de Tangará da Serra são selecionados pela Lei Aldir Blanc

Redação DS 09/12/2020 Cultura

Juntos os projetos receberão R$ 845mil

Projetos serão desenvolvidos em 2021

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) divulgou esta semana os resultados finais dos editais Conexão Mestres da Cultura, MT Nascentes, Circuito de Mostras e Festivais, MT Criativo e Conexão Cultura Jovem, concluindo mais uma fase da execução da Lei Aldir Blanc em Mato Grosso.


Juntas, as seleções públicas receberam 1813 inscrições e selecionaram  593 projetos, entre eles 18 projetos artísticos e culturais de Tangará da Serra foram selecionados nos editais estaduais da Lei Aldir Blanc, criada pelo Governo Federal para dar suporte aos artistas e produtores culturais afetados pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).


“A Secretaria de Estado e Cultura abriu um edital para ser desenvolvido a partir do ano que vem e conseguimos aprovar vários projetos pelo município. Projetos de dança, música, teatro, festivais (…) tudo isso vem demonstrar que mesmo com tanta dificuldade e falta de apoio, o setor cultural do município permanece vivo”, comemora o artista tangaraense Welington Machado, que teve projeto aprovado no edital Circuito de Mostras e Festivais. Ele receberá R$ 100 mil para promover o ‘Festival de Cultura Popular’.


No total, os projetos receberão R$ 845 mil para serem aplicados nas ações desenvolvidas na cidade nas áreas de dança, teatro, literatura, artesanato, música e cultura popular. “Para nós, artistas, é uma imensa alegria saber que janeiro iniciaremos o ano podendo trabalhar devagar, seguindo as orientações da OMS. A cultura permanece viva”.


Veja os projetos tangaraenses selecionados: No Edital Conexão Mestres da Cultura, foram selecionados dois projetos, com R$ 100 mil cada: De tchapa e cruz para o mundo; e o documentário “Joeli Siqueira”.


No Edital MT Nascentes, foram selecionados nove projetos de R$ 25 mil e 3 projetos de R$ 50 mil: Especial Luis Carlos Ribeiro – Teatro Grutta 50 anos; Pássaros regionais em biscuit; Arte e sustentabilidade no território indígena umutina; As coisas cansadas das mesmas coisas; Dançart; Hip hop na periferia; Sertão é a poesia bruta; Tereza Albues: o narrador ancestral de Mato Grosso; Sol de agosto; Encontro negros de alma preta; DVD – 17 anos do Grupo Kade; Som da esperança; e Belina 5:15 am #punkadaria 2021.


No Edital Circuito de Mostras e Festivais foram selecionados três projetos: I Mostra arte de dançar; 1ª Festa Literária de Tangará da Serra/MT – Flit; e Festival de cultura popular.
 

Notícias da editoria