Diário da Serra

MEDIDAS PROTETIVAS – Patrulha Maria da Penha monitora vítimas

Fabíola Tormes / Redação DS 08/12/2020 Polícia

Trabalho preventivo com visitas as vítimas com medidas protetivas

Operação lançada nesta terça-feira

A Polícia Militar de Tangará da Serra e o Poder Judiciário local deram início nesta terça-feira, 8, a Operação Maria da Penha em Tangará da Serra. O objetivo é de monitorar as vítimas, através do trabalho preventivo da Patrulha Maria da Penha, iniciando com ações no Dia da Justiça, lembrado todo dia 8 de dezembro.


Comandada pelo Tenente Windsney Bandeira, todas as vítimas de violência doméstica, sobretudo aquelas com medida protetiva, serão visitadas pela Patrulha Maria da Penha para saber se essas medidas estão sendo cumpridas pelo agressor. “Esse trabalho é preventivo e nós, em Tangará da Serra, com esse trabalho de acompanhamento da Patrulha Maria da Penha temos conseguido manter os índices bastante baixos da violência doméstica”, afirma o comandante do 19° Batalhão da Polícia Militar, Tenente Coronel Vanilson Moraes.


“É muito importante a divulgação deste trabalho para que as vítimas realmente procurem a Polícia Militar, procurem a Patrulha Maria da Penha caso estejam sofrendo violência psicológica, física, abuso, qualquer tipo de violência contra a mulher”, reforça a juíza de Direito da Vara Criminal, Edna Ederli Coutinho, que também faz parte da Patrulha Maria da Penha. Dentro da rede de proteção participam a Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, toda a rede de Assistência Social do Município, secretárias municipais, Ministério Público e Judiciário.


Durante a operação, cerca de 14 vítimas com medidas protetivas serão visitadas.
 



Notícias da editoria