Diário da Serra

Agrologística tem 12 meses para implantação dos pedágios entre Diamantino, Nova Mutum, Campo Novo e Tangará da Serra

Jota de Sá / JB News 16/12/2020 Geral

Serão cinco praças  construídas e administradas pela Associação, entre os municípios

Geral

Associação Agrologística tem  até 12 meses para implantação dos pedágios entre Diamantino, Nova Mutum, Campo Novo e Tangará da Serra.


O secretário financeiro da Associação Agrologística, Leonardo Tomczyk, que participou na segunda-feira, 14, da solenidade junto do governador Mauro Mendes (DEM), da assinatura do acordo de um modelo inovador na administração pública de concessão para construção e manutenção de rodovias, as chamadas Parcerias Público Privados Sociais  (PPP’S) pedagiadas.


Para Leonardo Tomczyk, esse novo modelo irá permitir que os recursos arrecadados com  as cobranças de pedágios nessas rodovias Estaduais sejam investidos nelas próprias novamente, ou seja todo dinheiro pago pelos usuários serão revertidos para a manutenção das próprias rodovias.
 

Segundo Tomczyk,  a Associação não tem fins lucrativos, e todo dinheiro será revertido em benefícios para as rodovias.
 

A concessão será para 10 anos, e a partir de agora a Agrologística tem o prazo de 12 meses para realizar as reformas estruturantes necessárias nas rodovias, e iniciar a cobrança dos pedágio.
 

Serão cinco praças  construídas e administradas pela Associação, entre os municípios de Diamantino, Nova Mutum, Campo Novo do Parecis e Tangará da Serra.

Notícias da editoria