Diário da Serra

NO TARUMÃ – Escola Bento Muniz deverá ser entregue no início de 2021

Redação DS 20/12/2020 Educação

De cara nova, escola receberá os alunos no pós-pandemia

Nova Escola Bento Muniz 

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), informou na última sexta-feira, 18, que 12 escolas públicas, entre reformas e construções iniciadas do zero, serão entregues no início de 2021. Segundo a Seduc, R$ 32 milhões foram investidos, o que entregará à população 142 salas de aula e, consequentemente, novas vagas na rede estadual de ensino. Além da parte física dos prédios, cada nova escola receberá mobiliário novo, como carteiras, armários e aparelhos de ar condicionado. 


Em Tangará da Serra, após anos de espera, a unidade escolar construída no Tarumã enfim será entregue para a comunidade. No espaço, funcionará a Escola Estadual Vereador Bento Muniz, que mudará de endereço e, assim que sanada a pandemia, receberá seus alunos no novo ambiente. A escola que já teve suas obras concluídas comporta 12 salas de aula, dependências administrativas e quadra poliesportiva, todas construídas obedecendo as normas de acessibilidade para portadores de necessidades especiais. O governo deverá inaugurar a unidade no início de 2021.


Outro município da região que terá uma escola com estrutura renovada é Barra do Bugres, onde a Escola Estadual Júlio Muller foi totalmente reformada e também receberá os alunos novos após a vacinação contra o coronavírus. Também passaram por reforma as escolas Marechal Cândido Rondon (Nobres), Escola Coronel Vanique (Nova Xavantina), Escola Bromildo Lawisch (Itanhangá), Escola Marechal Dutra (Rondonópolis). O governo deve entregar ainda as escolas do Celestino Correa da Costa (Jaciara), Arlete Maria da Silva (Várzea Grande), Mário de Castro, Hermelinda de Figueiredo e Cleinia Rosalina, as três últimas em Cuiabá. 


“Mais que um prédio novo, é conforto para alunos e profissionais da educação, é motivação para todos, refletindo na aprendizagem. Sem falar que os pais participam mais das atividades escolares”, avaliou o secretário Alan Porto. 



Notícias da editoria