Diário da Serra

ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE EVENTO NATALINO E SEUS RETORNOS PARA O TURISMO

Sidney Tapajós 20/12/2020 Artigos

Como uma das categorias de atividade turística, o turismo de eventos proporciona festas populares e caracterizado-as pela celebração e pela alegria

Artigos

Como método alternativo para reduzir os problemas sazonais, os gestores do turismo investem nas realizações de eventos. Esses eventos têm um efeito multiplicador na economia local, pois além de proporcionar atividades de lazer para a comunidade local, a movimentação de diferentes empresas também aumenta a receita e gerando impostos. Criam-se empregos fixos e temporários e redução da ociosidade de muitos equipamentos e serviços. 


A realização de eventos é importante como elo entre a oferta e a procura, podendo potenciar a valorização das características culturais locais e contribuir para o desenvolvimento da economia municipal. Os benefícios do turismo não se limitam ao campo econômico, pois, se bem estruturados, os eventos turísticos proporcionam sensações, traz alegria ao público visitante e aos residentes. 


Para Gastal (2005), essas tendências, as organizações realizadoras de eventos vão além da atração de turistas, envolve o imaginário das pessoas.


Como uma das categorias de atividade turística, o turismo de eventos proporciona festas populares e caracterizado-as pela celebração e pela alegria, sendo uma das formas mais importantes de eventos sociais. Pela sua abrangência, os encontros podem ser públicos ou fechados, públicos ou privados, e ter motivações diversas (lançamentos, comemorações, etc. ).


O turismo de eventos representa um amplo campo a ser explorado, que pode gerar benefícios, tais como: aumento da renda local com atividades (os participantes do evento gastam três vezes o custo médio), um evento bem organizado traz melhoria para imagem da cidade, em muitos lugares, o turismo de eventos é uma solução para a baixa temporada 


Indica-se para a realização de um evento natalino, constituir uma comissão, chefiada pelo diretor da Secretaria Municipal de Turismo, onde enfatizam as belezas naturais, patrimônios culturais, as festividades natalinas mundiais e a hospitalidade dos residentes da cidade, de acordo com as possibilidades de cada família, envolvendo-as através da decoração da sua casa, oferecendo alguns benefícios, como redução do IPTU e outros.


A participação e envolvimento das comunidades nas celebrações do festival tem se tornado uma das estratégias relevantes das lideranças públicas e privadas que constituem a comissão organizadora, promovendo assim o desenvolvimento de atividades de modelo de gestão.


A análise do modelo de gestão de evento natalino mostra que a cooperação prevalece e as pessoas entendem a importância de uma relação de poder unificada e simétrica entre os participantes, cujo objetivo é proporcionar benefícios coletivos ao evento, por sua vez, traduzido em ganhos e benefícios financeiros, sem contar que melhora a imagem turística e cultural do município.

Sidney Tapajós – Turismólogo e Pedagogo. Instagram: turismo100Subjetivismo; tapajós.sidney@gmail.com; (65) 9 9802-6526

Notícias da editoria