Diário da Serra

Jovem tangaraense que estava desaparecida é localizada morta com sinais de facadas e abuso sexual

MT Terra Digital 03/01/2021 Polícia

Letícia Silva era moradora de Tangará da Serra, mas foi a José do Rio Claro a passeio

Polícia

A jovem Letícia Santos, de 18 anos, moradora de Tangará da Serra, desaparecida desde o dia 31 de dezembro de 2020, em São José do Rio Claro, foi localizada sem vida na noite passada.


Ela foi morta, possivelmente com golpes de faca, e pode ter sido abusada sexualmente, o que só poderá ser confirmado pela perícia.
 

A Polícia de São José do Rio Claro afirma que a jovem foi encontrada sem vida e com várias perfurações de faca pelo corpo.
 

Letícia Silva era moradora de Tangará da Serra, mas foi a José do Rio Claro a passeio.
 

Na virada do ano, Letícia foi a uma festa clandestina em uma região afastada da cidade, a última imagem da vítima foi registrada por volta das 4 da manhã do dia 1° de janeiro. Ela estava em uma moto em companhia de um homem.


Depois da última imagem, ninguém teve mais notícias da jovem, houve um apelo grande em Mato Grosso para tentar localizar a jovem, um helicóptero do Ciopaer ajudou nas buscas na tarde deste sábado, 2.


Pessoas que passavam na região localizaram o corpo e ligaram para a polícia, ela estava no meio de uma plantação de soja a poucos metros de onde teria acontecido a festa clandestina.
 

Durante os depoimentos das pessoas que tiveram último contato com a garota, houve várias contradições no que foi dito.
 

A Politec realiza a perícia oficial.

Notícias da editoria