Diário da Serra

LEGADO – Professores destacam luta de Saturnino na educação

Redação DS 07/01/2021 Geral

“Sempre dialogou e deixou vários legados para Tangará da Serra”

Registro de junho de 2012 (arquivo Gilcélio Peres)

“Saturnino Masson, quando prefeito junto com o professor Vilson Soares Ferro (Xororó) na época Secretário Municipal de Educação, foi dos primeiros que acreditaram na ideia de encampação do Centro de Ensino Superior de Tangará da Serra, o CESUT, e se empenharam para que isso acontecesse”, relembrou o Professor Sandro Benedito Sguarezi, ao manifestar suas condolências a família Masson, pelo falecimento de Saturnino Masson.


“Essa luta pela encampação do CESUT pela Unemat se iniciou quando eu ainda era presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) do CESUT (1992/1993). E depois teve continuidade nos mandatos subsequentes e se concretizou no mandato, do então estudante de contabilidade Anilton Gomes da Silva (1993/1994). Me lembro como se fosse hoje. Foi bem no final de novembro de 1994, que Saturnino, Xororó, eu e outros em caravana fomos até a Casa Civil, sede do Governo do Estado de Mato Grosso (no Bairro Santa Rosa em Cuiabá), na época chefiado por Jaime Campos para participar da assinatura da minuta de compra do imóvel. Termo, no qual, juntos configuramos como testemunhas. Apesar das nossas diferenças políticas, Saturnino sempre foi muito respeitoso. Sempre dialogou e deixou vários legados para Tangará da Serra”, acrescentou.


Outro educador que se manifestou foi o diretor do Campus Avançado do IFMT de Tangará da Serra, Gilcélio Peres. “Saturnino deu sua contribuição na luta pela implantação do IFMT na nossa cidade. Na foto, de junho de 2012, quando Saturnino era Prefeito, o registro de uma reunião que participamos no MEC, em Brasília, solicitando a criação do campus do Instituto Federal em Tangará da Serra”.


“Fica meu registro e reconhecimento ao trabalho do ex-prefeito, ex-deputado pelo seu compromisso com o ensino superior de Tangará da Serra, especialmente pelo seu compromisso com a Unemat”, encerrou Sguarezi.
 

Notícias da editoria