Diário da Serra

Quase 500 pacientes sintomáticos são atendidos pela saúde de Tangará da Serra nesta segunda-feira

Fabíola Tormes / Redação DS 12/01/2021 Saúde

O número é considerado alto e preocupa as autoridades

Saúde

O setor público e privado de saúde de Tangará da Serra atendeu nesta segunda-feira, 11, quase 500 pacientes sintomáticos do novo coronavírus. Todos eles permanecem em isolamento domiciliar, aguardando resultado do exame.


O número é considerado alto e preocupa as autoridades. “Foi dito que poderíamos ter um colapso da rede pública de saúde e chegou. Ficamos livres como um pássaro e isso tem consequências. E por isso peço a reflexão de todos, para o que nós queremos para mim, para minha família e nossa sociedade. O que nós queremos neste momento? Que esse vírus continue se alastrando ou queremos dar um basta? O que você vai fazer?”, indaga o prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson, ao atender a imprensa de Tangará da Serra na manhã desta terça-feira, 12.
 

“Para combater essa pandemia é necessário que cada cidadão de Tangará da Serra assuma a sua responsabilidade. Toda a sociedade é responsável por cada morte de um cidadão dentro da nossa cidade. Cada pessoa que tem um ente querido dentro da sua casa, contaminado, é porque alguém falhou na vigilância”, completa o vereador José de Almeida Bandeira (PDT), presente na coletiva. 
 

“O Covid não avisa a hora que chega, nem avisa com quem está. É uma emergência, mas não é pânico, não é medo. (…) A Câmara e o Executivo estão preocupados e fazendo a sua parte, mas sem a participação da sociedade, de cada um de nós, de não se cuidar, haverão mais vítimas. Só derrotaremos o vírus se a sociedade começar a participar dessa luta”. 
 

De acordo com o boletim epidemiológico, Tangará da Serra soma 8.449 casos, sendo que 8.175 estão curados, 118 seguem em isolamento domiciliar e 41 internados em enfermaria e UTI. 
 

Além disso, mais uma morte foi registrada na madrugada desta terça-feira, 12, totalizando 115 óbitos. 
 

O pioneiro Osvaldo Porfírio, conhecido como Dico, faleceu às 5h45 desta terça-feira, 12, vítima da Covid-19. Osvaldo tinha 64 anos, se recuperava de uma cirurgia no coração. Ele era sobrinho do ex-prefeito Antônio Porfírio de Brito, irmão do ex-vereador e ex-secretário de Obras do Município, Paulo Porfírio e tio do vereador Edmilson Porfírio.
 

Risco moderado de contaminação – A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou mais um Boletim Informativo n° 309 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra que 13 municípios estão classificados com risco "moderado” para o novo coronavírus. São eles: Cuiabá, Barra do Garças, Sinop, Várzea Grande, Cáceres, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Colíder, Juara, Nova Mutum, Tangará da Serra, Rondonópolis e Nova Canaã do Norte.


Outros 128 municípios estão na classificação “baixo”, indicada pela cor verde. 



Notícias da editoria