Diário da Serra

Juiz atende pedido da defesa e adia julgamento de tenente acusada de tortura que matou aluno do Corpo de Bombeiros

Tangará em Foco 13/01/2021 Geral
Geral

A audiência que julgaria a tenente do Corpo de Bombeiros Izadora Ledur Souza Dechamps marcada para o próximo dia 27 de janeiro, foi adiada pela Justiça. Ledur é acusada de torturar até a morte o aluno Rodrigo Claro.


O aluno que era tangaraense, faleceu em 16 de novembro de 2016, aos 21 anos de idade.
 

Rodrigo era filho do também tenente Bombeiro, Antonio Claro, que já se aposentou após servir a corporação por 24 anos.
 

Segundo a acusação, Rodrigo Claro teria passado por sessões de afogamento e agressões, dirigidas por parte da tenente Ledur.
 

A decisão de adiamento do julgamento da tenente foi tomada pelo juiz Marcos Faleiros que deferiu pedido da defesa de Ledur, sob argumento do “direito da ampla defesa e o contraditório”.

Notícias da editoria