Diário da Serra

SAÚDE – Mendes anuncia construção de três hospitais regionais em Tangará da Serra, Juína e Araguaia

Sergio Roberto / Enfoque Business 12/01/2021 Saúde

A informação consta na conta do governador no Instagram

Governador Mauro Mendes

O governador Mauro Mendes anunciou nesta terça-feira, 12, que três novos hospitais regionais serão implantados no estado, um deles em Tangará da Serra. A informação consta na conta do governador no Instagram.


Além de Tangará da Serra, o município de Juína receberá uma unidade hospitalar regional, além da região do Araguaia. “Vamos construir três novos hospitais regionais (…) que irão beneficiar milhares de mato-grossenses que precisam de saúde pública. Estas regiões sofrem com vazios na assistência à saúde”, consta na mensagem postada pelo chefe do Executivo Estadual.


O vereador Rogério Silva, que compartilhou a mensagem do governador, mostrou entusiasmo com a informação. “Excelente notícia”, disse o edil, em sua página no Facebook. Silva é do Democratas (DEM), mesmo partido de Mauro Mendes. “Uma promessa antiga, que vamos continuar cobrando para que realmente saia do papel”, completou.


CONVERSÃO - Em Tangará da Serra, a intenção do prefeito Vander Masson (PSDB) é converter o Hospital Municipal em Hospital Regional, mantido pelo estado. A intenção foi revelada ainda em dezembro por Vander, em entrevista coletiva concedida no dia 22 daquele mês.


Masson considera a pré-disposição do governo estadual e vê o aproveitamento da atual estrutura do Hospital Municipal Arlete Daisy Cichetti de Brito como a solução mais ágil para dotar o município de uma unidade hospitalar regional, capaz de atendimentos de média e alta complexidades. “Vejo os benefícios que um hospital regional representaria para a população de Tangará da Serra e da região”, disse, afirmando que já iniciou conversações com o governador Mauro Mendes sobre a possibilidade.


Sobre a área que já estaria reservada pelo município para a construção do Hospital Regional – junto à Avenida Ignácio Bittencourt, proximidades da rotatória do Cristo Redentor -, Vander não descarta a possibilidade, mas destaca que a construção de uma nova estrutura para abrigar um hospital regional poderia demorar anos.
 

Notícias da editoria