Diário da Serra

Governador afirma que vacinas chegam em Mato Grosso ainda nesta segunda-feira

Lucas Rodrigues | Secom-MT 18/01/2021 Saúde

Neste primeiro momento chegarão 65,7 mil doses da vacina, que atenderão primeiro os grupos prioritários

Saúde

O governador Mauro Mendes afirmou que as vacinas contra a covid-19 chegam em Mato Grosso ainda nesta segunda-feira, 18.


Mauro Mendes esteve reunido nesta manhã com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e demais governadores, para discutir a distribuição dos imunizantes.
 

A reunião ocorreu no Centro de Distribuição de Medicamentos do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP), local onde as vacinas estão armazenadas. "A vacina chega ainda hoje e estaremos distribuindo para os municípios em tempo recorde", explicou.


Conforme o governador, neste primeiro momento chegarão 65,7 mil doses da vacina, que atenderão primeiro os grupos prioritários, a exemplo dos profissionais da saúde. "Essa quantidade foi distribuída proporcionalmente aos estados. Agradeço o trabalho do nosso secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, assim como de toda a equipe da Saúde", pontuou.


O secretário Gilberto Figueiredo explicou que toda a logística de distribuição do imunizante já está pronta. "Assim que a vacina chegar, vamos distribuir rapidamente para fazer chegar a todos os postos de vacinação", disse.


Cronograma
 

De acordo com o governador, nos próximos dias deverão chegar mais doses de vacinas a Mato Grosso, dentro do Plano Nacional de Imunização, para imunizar toda a população. "O Governo Federal centralizou a aquisição de vacinas. Tentamos comprar direto por Mato Grosso, mas recebemos uma negativa. Estamos conversando com outros laboratórios, mas é muito difícil, então vamos seguir o Plano Nacional de Imunização", relatou.


Apesar de as vacinas estarem chegando gradualmente, Mauro Mendes reforçou a importância de continuar a tomar as medidas de segurança contra a transmissão do vírus. "Vamos manter as medidas farmacológicas, porque elas são importantes e podem salvar a vida de muitos mato-grossenses", concluiu.

Notícias da editoria