Diário da Serra

TANGARÁ DA SERRA – Proteção social aos cidadãos e fortalecimento da rede são metas da Assistência Social

Fabíola Tormes / Redação DS 21/01/2021 Geral

Ações por meio de serviços, benefícios, programas e projetos

Secretária Ana Lúcia Adorno de Sousa

Proteção social aos cidadãos e fortalecimento da rede são metas da Assistência Social

Desde a última semana o Diário da Serra está trazendo à população um pouco do trabalho e metas que serão desenvolvidas pela Gestão Municipal, através de suas secretarias. Hoje apresentaremos, resumidamente, as ações que serão implementadas pelas Secretarias de Assistência Social (Semas), Fazenda (Sefaz) e Administração (SAD).


Gerido pela empresária Ana Lúcia Adorno de Sousa, a Secretaria Municipal de Assistência Social buscará o bem estar social da família tangaraense através do apoio no enfrentamento de suas dificuldades, por meio de serviços, benefícios, programas e projetos. “As ações previstas envolvem o atendimento para a população que necessitar dos serviços da assistência social”, garante a secretária, ao destacar que para esse atendimento à população é necessário, antes disso, ampliar e fortalecer o trabalho das unidades dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), entre outros que compõe a rede de assistência.

“Trabalhar para o desenvolvimento do bem estar social da família tangaraense, com ênfase na diminuição das diversas formas de violência e potencializando ações de proteção e geração de renda”.


Além disso, a secretária afirma que trabalharão para fortalecer as ações e os serviços de proteção para pessoas em situação de risco, como população de rua, mulheres vítimas de violências e crianças; o acesso aos programas públicos das famílias em situação de vulnerabilidade econômica e social, fortalecendo a autonomia e cidadania dos munícipes; a ampliação de cobertura do centro convivência e fortalecimento de vínculos para crianças, adolescentes e jovens; assim como a implantação do Centro de Múltiplo Uso – Parque linear às Margens do Córrego Figueira e a construção do espaço dedicado as atividades para o Idoso, com políticas adequadas e apropriadas para o atendimento da pessoa idosa.


Sefaz e SAD trabalham para modernizar máquina pública

A receita pública é formada pelos impostos, taxas, contribuições e outras fonte. Essa receita depende do resultado dos cidadãos e empresas, e ao poder público cabe fornecer os meios necessários para esse crescimento e incentivar a instalação de novas empresas e dinamizar o setor.


Para que isso possa acontecer, a gestão está focada e trabalhando para ampliar a autonomia do Município com a modernização da administração tributária. “As expectativas da Sefaz [Secretaria Municipal de Fazenda] para a nova gestão, através de seus departamentos de contabilidade, tributação e fiscalização, é melhorar, continuamente, os processos internos para que o recurso arrecadado chegue até o cidadão, na forma de insumos, bens e/ou serviços”, destaca a secretária Angela Nascimento da Silva. “Também temos como objetivo o combate à sonegação e evasão fiscal, por meio do nosso departamento de fiscalização”.


Assim como na Sefaz, a Secretaria Municipal de Administração (SAD) de Tangará da Serra, através do gestor Arielzo da Guia e Cruz, está trabalhando para desburocratizar o sistema, garantindo a agilidade nos processos, viabilizando a política de modernidade nos setores orçamentários, de acordo que estabelece e possibilita as legislações especificas.


Também são metas da Administração a qualificação dos servidores públicos, potencializando como elemento de motivação para a progressão na carreira, entre outros.
 



Notícias da editoria