Diário da Serra

Foragido da Justiça de Campo Novo é localizado e preso em unidade hospitalar de Cuiabá

Assessoria | Polícia Civil-MT 21/01/2021 Polícia

Além dele, outro foragido da Justiça de Lucas do Rio Verde foi preso em Cuiabá

Dois foragidos da Justiça estadual foram presos pela Polícia Civil, por meio da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) nas últimas 24 horas em Cuiabá. Ambos foram presos em unidades hospitalares na Capital, na terça-feira, 19.


A primeira prisão ocorreu no Hospital Municipal de Cuiabá, onde o suspeito de 26 anos teve o mandado cumprido. O rapaz estava com a prisão decretada pela 1ª Vara Criminal de Campo Novo do Parecis  por homicídio qualificado tentado (feminicídio) cometido no âmbito da lei de violência doméstica contra sua ex-companheira.
 

A tentativa de feminicídio ocorreu no dia 22 de novembro, quando suspeito arrombou a residência da vítima e desferiu vários golpes de faca na ex-mulher e também em seu namorado.
 

Quando receber alta médica, o preso deverá ser levado para a Comarca de Campo Novo do Parecis, em razão do processo penal que está em andamento.


A segunda prisão foi realizada na noite de terça-feira, 19, após a Polinter receber informações sobre um homem com mandado de prisão que fugiu da Polícia Militar de Rosário do Oeste e estaria internado em um hospital de Cuiabá.


Com base nas informações, os investigadores foram até a unidade de saúde, onde foi constatado que o jovem de 20 anos havia dado entrada com ferimentos provocados por projétil de arma de fogo. Foi cumprida a ordem de prisão preventiva contra ele, expedida pela 2ª Vara Criminal de Lucas do Rio Verde  por furto qualificado praticado durante repouso noturno e em concurso de pessoas.
 

Conforme levantamento da Polinter, além do crime oriundo do mandado judicial, o jovem de 20 anos responde a processos por tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação, roubo qualificado e autuação em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. A prisão contou com apoio da Delegacia de Polícia de Rosário do Oeste. 
 

Após ser liberado da unidade de saúde, ele será encaminhado a uma unidade prisional.

Notícias da editoria