Diário da Serra

MONTE LÍBANO – Após roubo a residência, família é mantida refém por mais de sete horas

Redação DS 19/03/2021 Polícia

Foram roubados dois veículos - Ônix e S10 - além de vários pertences da família

Polícia

As Policias Militar e Judiciária Civil de Tangará da Serra registraram mais um roubo a mão armada no município. Desta vez as vítimas são moradores do Jardim Monte Líbano, que tiveram a residência roubada na noite desta quinta-feira, 18. 


De acordo com o Boletim de Ocorrência, quatro suspeitos invadiram a residência das vítimas por volta das 20h30 desta quinta, sendo inicialmente dois suspeitos a invadirem após terem pulado o muro e anunciarem o roubo. Ambos estavam de posse de arma de fogo.


Logo após outros dois suspeitos também adentraram ao local pelo portão de da frente da residência, exigindo as chaves dos veículos da família que se encontravam na garagem da casa, sendo um Chevrolet Ônix  de cor branca, placa QBI 7281 Tangará da Serra e uma caminhonete S10, de cor branca, placa CQH 2407 Tangará da Serra.


Os suspeitos permaneceram na residência por cerca de 40 minutos, tempo suficiente para revirarem os pertences das vítimas, subtraindo, além dos veículos, uma televisão de 32 polegadas, um aparelho notebook, uma caixa de som (estilo JBL), um relógio de pulso e um relógio feminino, entre outros pertences. 


Com todos os itens separados, os suspeitos então colocaram toda a família nos veículos e saíram da residência pegando sentido Avenida Brasil - Anel Viário, os quais foram levados para um local de mata onde permaneceram sob cárcere privado até às 4h da madrugada. “Os quais retornaram ao Jardim Monte Líbano vindo a conseguirem solicitar por apoio com terceiros, sendo dado início aos atendimentos as vítimas”, relatam as autoridades, que imediatamente iniciaram as buscas.


Às autoridades, as vítimas informaram que sofreram violência psicológica pois os infratores apontavam as armas de fogo constantemente para elas, advertindo-as caso alguém viesse a reagir, que eles não hesitariam em atirar, ao tempo que durante a permanência no cativeiro, que segundo as vítimas, seria em uma matinha a beira da estrada no anel viário aos fundos da Vila Esmeralda.


As vítimas foram encaminhadas para o Cisc sendo confeccionado o presente BO e informado o roubo dos veículos para a região de fronteira (Cáceres) e demais municípios para empenho das guarnições na localização dos suspeitos e/ou veículos. 

Notícias da editoria