BUSCA DE NOTÍCIAS:
  Tangará da Serra, 25 de junho de 2017.  
Tangará da Serra - MT


Em 04/02/2017
Palmira Moreschi Tayano, sua maior elegância era fazer o bem


Aniversario de seu filho Pedro Alberto em 1971


O famoso ditado popular,’Atrás de um homem bem sucedido há sempre uma grande mulher’, se encaixa perfeitamente à Palmira Moreschi Tayano, esposa de Carlos Tayano, apresentado no Memória anterior.
Embora tivesse uma vida de conforto e estabilidade na cidade de Tupã, foi parceira do esposo em todos os seus sonhos, aventuras e conquistas.
O casal era estabelecido na cidade onde possuíam um alambique, indústria de pinga, mas nem isso impediu a companheira de uma vida, de acompanhar o marido, que veio conhecer o Mato Grosso e aqui resolveu plantar seus sonhos, regados com companheirismo e doçura por  Palmira, que também viajou em condições de dificuldade para conhecer a região escolhida pelo esposo.
Era elegante, estava sempre bem vestida e penteada, mas isso não a fazia superior.
Era solícita e pronta a ajudar quem dela precisasse. “Vendia beleza. Trazia de Tupã no começo roupas para vender, porque o filho e a filha tinham uma malharia e tinha todas as freguesas dela aqui na cidade e aproveitava para pagar sua viagem. Era muito bondosa, trazia roupas e brinquedos. Eram carros lotados para ajudar o povo, tamanho era seu coração bondoso”, destaca sua nora, Idalina Tayano que conta a história ao DS.

Palmira Moreschi Tayano, parceira para todas as horas

Nunca se abateu com as dificuldades, nem tampouco abandonou o esposo em sua vontade de progredir.
Se dividia entre mãe amorosa e esposa  dedicada, pois passava as vezes seis meses sem ver os filhos, que por motivo dos estudos, ficavam com familiares, enquanto os pais tocavam a lavoura do café, do arroz e outros, e faziam o loteamento, hoje denominado Distrito de Progresso, literalmente progredir.
“Ele nunca veio sem Dona Palmira, ambos eram muito amorosos, e não é porque faleceu que digo isso.Tive um grande prazer em conhecer e conviver com ela. Era muito fina, elegante e muito doce”, ressalta comovida ao lembrar, dona Idalina.
Segundo a nora, seu convívio com os sogros foi de muito amor, companheirismo, respeito, admiração e aprendizado. “Eu tinha perdido meu pai, um irmão e não tinha muito isso de família. Aprendi com ela a passar  o Natal em família. Ela reunia toda a família para essa data importante em família, o que faço questão de repassar aos meus familiares até hoje”, ressalta, lembrando de seu empenho para que a família se mantivesse unida. “Nos saímos de Dracena e íamos para Tupã passar Natal com a família de meu esposo. Era um compromisso do qual ela não abria mão”, pontua.
De acordo com as narrativas de Idalina Tayano, apesar das dificuldades da vida e da saúde prejudicada, Palmira nunca perdeu a postura de dama. “Aqui na cidade antigamente, quando eu já morava aqui, tinha casado, nós andávamos ainda em estrada de terra de braços dados. Ele (Carlos Tayano, o sogro) tinha gota, mancava um pouquinho e ela, tinha angina, que era meio doentinha, mas sempre elegante, então cada um pegava de um lado e a gente andava juntos”, relembra saudosa.

Homenagem

Por sua determinação e companheirismo, Palmira Moreschi foi lembrada, e assim como o esposo recebeu a homenagem do município que nomeou uma das ruas do Progresso com seu lindo nome. Eternizando aquela que nunca permitiu que sua beleza, elegância, cultura e finesse fossem empecilhos para se achegar de forma inteira aos que dela precisavam.

>> Rosi Oliveira - Especial DS




Compartilhe:


notícias da editoria
10/06/2017 - José Luiz de Souza, o servo vencedor de distâncias
José Luiz de Souza
03/06/2017 - Idalina Sueza Tayano, exemplo de vivacidade
Natural de São Paulo, Idalina Tayano mora em Tangará da Serra há 40 anos
12/05/2017 - Maria José de Matos: Uma portuguesa dura de coração mole
Maria Matos e seu filho João
29/04/2017 - Maria José Freire Duarte - Guerreira que adotou Tangará como mãe
Maria José e a filha Cristiane Freire Duarte
08/03/2017 - Francisco Bernardo do NascimentoCearence, lavrador e líder comunitário
Francisco Bernardo do Nascimento, conhecido como Franco, natural de Porteira, Ceará. Nasceu em 28 de novembro de 1943. É o segundo filho do casal Bernardo e Lourdes. Ajudou os pais a trabalhar para sustentar os dez irmãos e alguns primos que sempre vivera
04/03/2017 - Pedro Alberto Tayano, 20 anos vividos com muita intensidade
“Meu filho viveu tudo que tinha que viver, apesar do pouco tempo”, diz mãe saudosa
18/02/2017 - Dionísio Pantaleão Pacheco do êxodo à terra prometida
O casal trouxe cinco filhos e aqui tiveram mais seis filhos
04/02/2017 - Carlos Tayano, aquele que fez um sonho virar realidade
Carlos Tayano e Netos
04/02/2017 - Palmira Moreschi Tayano, sua maior elegância era fazer o bem
Aniversario de seu filho Pedro Alberto em 1971
14/11/2016 - Francisco Serrano, o homem que subiu a serra e viu o Progresso
Casa construída por Francisco, onde a família se abrigou saindo de debaixo da lona
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
22/06/2017 - POLÍCIA
Mais de 150 quilos de drogas são incinerados em Tangará

22/06/2017 - GERAL
Curso de Adoção para a Rede e habilitados acontece em Tangará

22/06/2017 - GERAL
76% dos empresários presentes em assembleia são contra Zona Azul

22/06/2017 - GERAL
Adalto de Freitas mostra insatisfação em relação aos pedágios

22/06/2017 - GERAL
Fabio Brito cobra implantação de oficinas culturais nos bairros

22/06/2017 - GERAL
OAB promove palestra sobre combate às drogas

22/06/2017 - GERAL
Sala da Mulher entrega 4 toneladas de alimentos

22/06/2017 - EDUCAÇAO
Seduc inicia jornada formativa sobre dislexia

22/06/2017 - ESPORTES
Módulo Esportivo recebe dois jogos da Copa Pioneira hoje

22/06/2017 - ESPORTES
Árbitros mato-grossenses comandam partidas importantes

22/06/2017 - ESPORTES
Expoagro: campeão do rodeio levará R$ 8 mil em dinheiro

22/06/2017 - ESPORTES
De volta ao Passo das Emas, Luverdense recebe o América-MG

22/06/2017 - POLÍCIA
PM matou donos de boate após ser transferido de cidade

22/06/2017 - POLÍCIA
Idoso que se perdeu em mata é encontrado após 4 dias

22/06/2017 - POLÍCIA
Menor suspeito de crime é transferido para Cáceres

22/06/2017 - GERAL
Canoístas iniciam amanhã Expedição ‘Pelas águas do Sepotuba’

Jornal Diário da Serra - Todos os direitos reservados - O primeiro jornal on-line do estado de Mato Grosso