BUSCA DE NOTÍCIAS:
  Tangará da Serra, 18 de fevereiro de 2018.  
Tangará da Serra - MT


Em 20/06/2017
Produtores devem se adequar ao novo Cadastro Ambiental Rural


A transição do Sicar, nacional, para o Simcar, estadual, vai exigir que 113,5 mil imóveis rurais passem por atualização no cadastramento


O prazo para que os produtores rurais de Mato Grosso façam adequações no novo sistema de Cadastro Ambiental Rural, antigo (CAR), para Simcar é de 90 dias e começou a contar a partir do dia 02 de junho o prazo para acessar o sistema e adequar as informações.  Além de permitir o desembargo a cerca de 10 mil imóveis rurais, a ferramenta serve como porta de entrada para os demais serviços da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), entre eles, o licenciamento ambiental.
De acordo com o secretário de Meio Ambiente e vice-governador, Carlos Fávaro, o objetivo da medida é de estimular a utilização da ferramenta pelos produtores, que ainda não se habituaram com a mudança. A secretaria tem 113,5 mil imóveis rurais em sua base de dados, mas, em três anos de utilização do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Simcar), pouco mais de 2,5 mil cadastros foram analisados e menos de 100 aprovados.
“Uma das minhas primeiras ações quando assumi a Sema, em abril do ano passado, foi preparar um relatório sobre o sistema e buscar soluções para destravá-lo. A alternativa mais viável encontrada foi retomar a gestão do sistema, que passou a ser novamente estadual e tem uma grande missão pela frente, que é promover a regularização ambiental no Estado”.
O Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um registro eletrônico obrigatório para todos os imóveis rurais, com a finalidade de integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais do país, compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento. Aquelas propriedades que ainda não estão cadastradas deverão se inscrever, já no novo sistema, até 31 de dezembro deste ano.
Para acessar, o produtor deve ir em (www.sema.mt.gov.br – CAR), onde terá todo o passo a passo.  “Ao contrário do Sicar, que era declaratório, o Simcar traz um cadastro completo com informações obrigatórias e validações automáticas. Com ele, os nossos técnicos vão trabalhar com mais segurança, agilidade e em um menor prazo”, acrescenta o secretário adjunto de Gestão Ambiental, Alex Sandro Marega.
Após análise, o CAR terá três status: ativo; suspenso - por não atendimento de notificação ou ofício pendência, descumprimento de termo de compromisso e/ou ocorrência de nova infração ambiental após a sua validação; e cancelado, que é a condição quando constatada a inexistência física da propriedade ou posse rural, no local identificado na planta ou memorial descritivo apresentado no ato de inscrição no Simcar.

>> Redação DS




Compartilhe:


notícias da editoria
10/02/2018 - Parecis SuperAgro chega à 11ª edição com foco na tecnologia a serviço do campo

01/10/2017 - Ammagi divulga nota sobre compra da Fazenda Itamarati
Empresa, porém, não falou sobre valores da negociação
25/09/2017 - Palestra sobre cultura de arroz e feijão atrai produtores rurais
Palestra foi ministrada pelo engenheiro Agrônomo Ângelo Maronezzi
19/08/2017 - Prefeito assina processo de regularização fundiária da Triângulo
Essa ação é aguardada pela comunidade desde a sua fundação
29/07/2017 - Agricultura Familiar de Tangará é beneficiada com equipamentos
Entrega aconteceu ontem, em Cuiabá
26/07/2017 - Governo entrega equipamentos para pequenos produtores de 41 municípios
Mais de R$ 15 milhões em novos equipamentos já foram entregues para a agricultura familiar
05/07/2017 - Governo fortalece agricultura familiar
Qualificação técnica será realizada
20/06/2017 - Produtores devem se adequar ao novo Cadastro Ambiental Rural
A transição do Sicar, nacional, para o Simcar, estadual, vai exigir que 113,5 mil imóveis rurais passem por atualização no cadastramento
15/05/2017 - Safra de cana tem queda de 40% na moagem
Queda se explica pela menor quantidade de usinas funcionando em relação ao ano passado
15/05/2017 - Tangará da Serra é “polo de fruticultura”, afirma Ander Santos
No evento, foi lançada a ‘Cartilha do Fruticultor: cultivo da goiabeira’, Dados do cultivo da planta em Mato Grosso são animadores
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
17/02/2018 - MEMÓRIA
Odete Ribeiro: semeando esperança e multiplicando solidariedade

17/02/2018 - GERAL
Múltiplo uso das feiras é assunto na Câmara

17/02/2018 - GERAL
População passa a receber alertas por SMS

17/02/2018 - POLÍTICA
Nilson Leitão visita Tangará e ouve reivindicações

17/02/2018 - GERAL
Horário de verão termina domingo

17/02/2018 - ESPORTES
Fla X Flu é confirmado na Arena Pantanal

17/02/2018 - ESPORTES
Conselho técnico define regulamento do Mato-grossense Sub-19

17/02/2018 - ESPORTES
Capuerê será o 1º a se apresentar na Feira da Vila Alta

17/02/2018 - POLÍCIA
Polícia prende ladrão que escalava prédios para roubos

16/02/2018 - POLÍCIA
Tenente Coronel Wendel assume 19º Batalhão de Tangará da Serra

16/02/2018 - POLÍCIA
Duas ocorrências de tráfico de drogas são registradas

16/02/2018 - GERAL
Destinos turísticos ampliam participação na economia

16/02/2018 - EDUCAÇAO
Estado retorna às aulas confiante em promessas

16/02/2018 - GERAL
Condutores reclamam das condições da MT 480

16/02/2018 - SAÚDE
Deputados acompanham situação do Hospital Regional

16/02/2018 - GERAL
Grupo analisa implantação de três hidrelétricas em Tangará

Jornal Diário da Serra - Todos os direitos reservados - O primeiro jornal on-line do estado de Mato Grosso