BUSCA DE NOTÍCIAS:
  Tangará da Serra, 18 de fevereiro de 2018.  
Tangará da Serra - MT


Em 01/11/2017
Curtas





Gao encerra Outubro Rosa e abre Novembro Azul

O Gao - Grupo de Apoio Oncológico  Luz da Esperança realizou na noite de ontem em Tangará da Serra uma palestra que fechou as atividades da entidade relacionadas ao Outubro Rosa (mês de conscientização sobre o câncer de mama) e iniciou as atividades do Novembro Azul (mês de conscientização sobre o câncer de próstata). De acordo com Edna Girotto, diretora social do Gao, diversas atividades foram desenvolvidas ao longo do mês. Na última segunda-feira, 30, duas palestras foram realizadas nas quais a Drª Gabriela explanou sobre o câncer de mama e o Dr. Elder falou sobre o câncer de próstata e os demais cuidados que o homem deve ter com a sua saúde. A programação segue pelo Novembro Azul. “Durante o Novembro Azul, teremos ainda a continuidade das palestras nas escolas. Já temos escolas agendadas e estamos abertos a firmas que quiserem agendar conosco. Na sexta-feira, temos ainda uma agenda aberta para que possa ser feito isso”, destacou Edna.


Atividades

Segundo a diretora social do Grupo de Apoio Oncológico Luz da Esperança, Edna Girotto, o médico urologista, Dr. Elder, atenderá durante o mês de novembro 15 pacientes, por meio de parceria com a Clínica Inovatto, sem cobrar nada. A parceria conta com apoio da Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra.

Triagem

“Foi feita uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde que vai fazer a triagem dos pacientes que estão em espera. Então, optamos por fazer essa parceria de triagem pelo município para ajudar a tirar esses pacientes da lista de espera”, afirmou Edna, ao destacar que os atendimentos serão feitos aos sábados e não haverá custos.

A doença

O câncer de próstata é o 6º tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. As taxas da manifestação da doença são cerca de seis vezes maiores nos países desenvolvidos. Cerca de 3/4 dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Estima-se que 1 a cada 36 homens morrem pela doença no país.

Tem cura

Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo. A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.




Compartilhe:


notícias da editoria
17/02/2018 - Curtas

15/02/2018 - Curtas

15/02/2018 - Curtas

12/02/2018 - Curtas

09/02/2018 - Curtas

08/02/2018 - Curtas

07/02/2018 - Curtas

06/02/2018 - Curtas

05/02/2018 - Curtas

03/02/2018 - Curtas

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
17/02/2018 - MEMÓRIA
Odete Ribeiro: semeando esperança e multiplicando solidariedade

17/02/2018 - GERAL
Múltiplo uso das feiras é assunto na Câmara

17/02/2018 - GERAL
População passa a receber alertas por SMS

17/02/2018 - POLÍTICA
Nilson Leitão visita Tangará e ouve reivindicações

17/02/2018 - GERAL
Horário de verão termina domingo

17/02/2018 - ESPORTES
Fla X Flu é confirmado na Arena Pantanal

17/02/2018 - ESPORTES
Conselho técnico define regulamento do Mato-grossense Sub-19

17/02/2018 - ESPORTES
Capuerê será o 1º a se apresentar na Feira da Vila Alta

17/02/2018 - POLÍCIA
Polícia prende ladrão que escalava prédios para roubos

16/02/2018 - POLÍCIA
Tenente Coronel Wendel assume 19º Batalhão de Tangará da Serra

16/02/2018 - POLÍCIA
Duas ocorrências de tráfico de drogas são registradas

16/02/2018 - GERAL
Destinos turísticos ampliam participação na economia

16/02/2018 - EDUCAÇAO
Estado retorna às aulas confiante em promessas

16/02/2018 - GERAL
Condutores reclamam das condições da MT 480

16/02/2018 - SAÚDE
Deputados acompanham situação do Hospital Regional

16/02/2018 - GERAL
Grupo analisa implantação de três hidrelétricas em Tangará

Jornal Diário da Serra - Todos os direitos reservados - O primeiro jornal on-line do estado de Mato Grosso